Select Page

José Tengarrinha apresenta o livro “Os Democratas de Braga”, em Famalicão

José Tengarrinha apresenta o livro “Os Democratas de Braga”, em Famalicão

José Tengarrinha, o conhecido combatente da ditadura do Estado Novo e reputado académico, que foi presidente do MDP/CDE, apresenta este sábado, dia 7 de Fevereiro, às 17h00, no Museu Bernardino Machado o livro “Os Democratas de Braga, Testemunhos e Evocações”, organizado por José Viriato Capela, Henrique Barreto Nunes e Artur Sá da Costa. O livro reúne 17 depoimentos de democratas que lutaram contra a ditadura no Distrito de Braga e 11 textos memorialistas deixados por outros resistentes antifascistas, como Victor Sá, Lino Lima, Santos Simões, Tinoco de Faria e Eduardo Ribeiro, o único ainda vivo. Dez destes textos pertencem a famalicenses (Lino Lima, Pinheiro Braga, Armando Bacelar, Guilherme Branco e Manuel Cunha, já falecidos), sendo os outros testemunhos agora escritos, por Macedo Varela, Margarida Malvar, Salvador Coutinho, Gouveia Ferreira e Joaquim Loureiro. Artur Sá da Costa escreve a introdução, onde faz uma síntese da história das oposições à ditadura de direita no distrito.

Para Sá da Costa “a resistência e o combate à ditadura de Salazar e Caetano no distrito de Braga assemelham-se aos que se travaram por todo o país e no exilio. Porém diferentes”. Para este famalicense “as diferenças notam-se na forma e irreverência, mas sobretudo na autonomia organizativa e programática, bem como na capacidade de ação e iniciativa política”, que os democratas de Braga alcançaram nos longos e persistentes combates que travaram contra a barbárie e o totalitarismo.

Este livro, editado pela Universidade do Minho e as edições Húmus, é fruto do programa conjunto das comemorações do 40º aniversário do 25 de Abril, organizado pelo Conselho Cultural e pelas câmaras municipais de Vila Nova de Famalicão e Barcelos. O então vereador da cultura, Paulo Cunha fez aprovar em 2013, no executivo municipal o projeto comemorativo, o qual englobava outras iniciativas, que não foi possível concretizar. Para o agora Presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha a publicação do livro “Os Democratas de Braga” tem desde logo o significado de que as parcerias entre as universidades e os municípios são de grande importância, permitindo alcançar objetivos dificilmente concretizáveis sem esta unidade de ação. Acresce que esta “recolha e preservação de um riquíssimo património imaterial das gentes de Vila Nova de Famalicão e do Distrito de Braga são um importante contributo para o estudo da história das lutas pela liberdade”. Além do mais, enfatiza o presidente da câmara: “Fico feliz por o livro agora editado reunir materiais (documentos, fotografias etc.) do Fundo Local da Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco, que estamos a ampliar e a preparar para consulta pública”.

Acrescente-se que no dia da apresentação do livro “Os Democratas de Braga” será inaugurada uma exposição sobre “A imprensa Clandestina durante a ditadura”, a qual faz parte deste projeto conjunto da Universidade do Minho e da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão.

Videos

Loading...

Siga-nos

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização