https://emac.autosolucoes.pt/

Instaladas 350 armadilhas para combater a vespa asiática em Famalicão

Foram instaladas cerca de 350 armadilhas como medida de combate à vespa velutina, mais conhecida como vespa asiática, no concelho de Vila Nova de Famalicão. A colocação das armadilhas faz parte de uma estratégia integrada e coordenada definida pela Comunidade Intermunicipal do Ave (CIM do Ave), que tem como objetivo a prevenção, controlo e erradicação da espécie.

As armadilhas, devidamente identificadas, encontram-se distribuídas por todo o território famalicense, havendo uma armadilha instalada por cada um km2 e a cerca de 1,5 metros de altura, em lugares sombrios.

Estas vão permanecer nos locais até ao final do mês de maio, sendo que a recolha de vespas velutinas capturadas decorrerá com uma periodicidade quinzenal. Nessa altura, ocorre também a substituição do líquido do isco atrativo.

Foram distribuídas, ao todo, cerca de 2500 armadilhas seletivas e atrativos alimentares, pelas equipas técnicas dos municípios que integram a CIM do Ave, entre eles, Cabeceiras de Basto, Fafe, Guimarães, Mondim de Basto, Póvoa de Lanhoso, Vieira do Minho, Vila Nova de Famalicão e Vizela, tratando-se de um projeto apoiado pelo Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (POSEUR).

Refira-se que este sistema tem como objetivo a captura do maior número de vespas fundadoras de ninhos durante a primavera, período no qual elas saem do estado de hibernação. A partir de maio, este método deixará de ser utilizado, dado que estas vespas permanecem no ninho e apenas as obreiras saem para recolher material vegetal e alimentos.

Leia também...