Select Page

Iluminação pública totalmente LED“até ao fim do ano”

Iluminação pública totalmente LED“até ao fim do ano”

Até ao final de 2018, a iluminação pública de todo o concelho de Santo Tirso será assegurada por lâmpadas LED. É essa, pelo menos, a expectativa da Câmara, numa altura em que está praticamente concluído o contrato de gestão de eficiência energética no sistema de iluminação pública do Município. Este processo prevê a substituição de 12.300 lâmpadas e arrancará no segundo trimestre. Em curso está, também, a negociação com as Cooperativas Elétricas de Vilarinho e de Roriz, com o objetivo de substituir mais 3500 luminárias.
“Estamos a trabalhar no sentido de termos, já a partir de 2019, um Município mais amigo do ambiente. Queremos aumentar os níveis de eficiência energética na iluminação pública, reduzindo a fatura anual que é paga pela Câmara”, advoga o presidente da autarquia, Joaquim Couto.
No total, Santo Tirso ficará com cerca de 20 mil luminárias com tecnologia LED, o que significará mais de meio milhão de euros em poupança energética por ano. O investimento neste tipo de iluminação pública, aponta, “permitirá reduzir a despesa global da Câmara em 582 mil euros por ano”.
O restabelecimento e melhoria de toda a iluminação pública do Município, recorda ainda Joaquim Couto, “foi um compromisso assumido com a população, iniciado no mandato anterior e que agora terá continuidade”.
Exatamente depois de no mandato anterior terem sido substituídas 2400 luminárias, a EDP tem, neste momento, em curso a substituição de mais duas mil. No segundo trimestre deste ano, arranca o processo que envolve 12.300, fruto de um contrato de gestão do sistema de iluminação pública que engloba um investimento de quatro milhões de euros, por parte da empresa que ficará com a exploração. O processo aguarda apenas o visto do Tribunal de Contas.
O investimento na tecnologia led fica, assim, a custo zero para a Câmara que ainda reduz gastos de 260 mil euros por ano nestas luminárias.
Segundo Joaquim Couto, só este contrato vai permitir que nos 12 anos em que estará em vigor, o Município de Santo Tirso possa poupar mais de três milhões de euros. A par disso, acrescenta, “esta medida melhora a segurança de pessoas e bens, uma vez que a tecnologia LED garante melhor aproveitamento da luz”.
Paralelamente, a Câmara Municipal está em diálogo com as Cooperativas Elétricas de Vilarinho e de Roriz com o objetivo de substituir mais 3500 luminárias convencionais por tecnologia LED. “Trata-se de um processo que está em curso e que esperamos que ainda possa ser concretizado este ano”, explica o presidente da autarquia.

Videos

Loading...

Siga-nos

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização