Select Page

Hóquei em Patins: Riba d’ Ave HC 9 – 3 A. Académica de Espinho | Vitória sem “espinhos”

Hóquei em Patins: Riba d’ Ave HC 9 – 3 A. Académica de Espinho | Vitória sem “espinhos”

Na recepção à Associação Académica de Espinho, o Riba d’ Ave HC conseguiu uma meritória e expressiva vitória por 9-3 na 21ª jornada do Campeonato Nacional da II Divisão – Zona Norte. Os pupilos de Horácio Ferreira, que utilizou todos os seus jogadores, realizaram um excelente jogo e impuseram-se de forma inequívoca e justa perante um adversário, que foi bem anulado pelo RAHC, mas que deu uma pálida imagem da sua qualidade.

O RAHC realizou uma 1ª parte muito boa, mas as primeiras ameaças foram dos visitantes. Quem marcaria primeiro seria o RAHC, por intermédio de Ricardo Lopes, aos 3′. O RAHC galvanizava-se e poderia ter alargado o marcador nos minutos seguintes. Respondia o Espinho num forte remate ao poste, aos 6′. No minuto seguinte, cartão azul para “Fred” Saraiva com o jogo parado. Segundos depois, o RAHC aproveitava o power-play da melhor forma e Raul Meca aumentava para 2-0. Nos cinco minutos seguintes assistiu-se a uma reação dos visitantes, que colocaram o guardião João Aurélio à prova, mas este respondia em grande estilo e segurava a vantagem da sua equipa. Aos 16′, Diogo Machado finalizava uma boa jogada ao segundo poste e apontava assim o 3-0. O mesmo jogador poderia ter feito um bis no minuto seguinte, mas isolado permitia a defesa de Cláudio Bessa. Volvidos dois minutos, cartão azul admoestado a Diogo Machado. No livre directo, João Aurélio defendia o remate de “Fred” Saraiva. O guardião ribadavense continuaria em grande evidência no período de desvantagem numérica e o RAHC saía sem prejuízo dessa situação. A três minutos do intervalo, cartão azul exibido a “Tó” Cruz. Na sequência do lance o mesmo jogador desentendia-se com Vitor Hugo e este recebia também cartão azul. O exaltado jogador espinhense não se controlava e era expulso da partida. E o RAHC via também o seu delegado ao jogo, Vitor Pereira, levar ordem de expulsão por parte do juiz Orlando Panza. No livre directo, Ricardo Lopes permitia a defesa do guardião contrário. Com as duas equipas reduzidas a 3 jogadores seria o RAHC a alargar para 4-0, após golo de André Alves à entrada do último minuto. Já com as duas equipas com mais um jogador, os forasteiros reduziam por Bruno Fernandes a 1s do intervalo.

A 2ª parte iniciou-se com novo golo ribadavense, após bis de Ricardo Lopes, logo aos 20s. João Aurélio com a máscara defendia remate contrário, mas pouco depois nada podia fazer na emenda de Bruno Fernandes no interior da área para o 5-2. No minuto seguinte, o Espinho atingia a 10ª falta, mas Vitor Hugo desperdiçava o livre directo. Ricardo Lopes estava de stick quente e apontava um hat-trick para 6-2, aos 5′. O conjunto famalicense estava  claramente por cima e o jogo frenético. André Alves rematava à barra segundos depois. Aos 6′, pénalti para os visitantes. João Aurélio defendia o remate de André Pinto, mas na recarga o jogador espinhense fazia o 6-3. O RAHC defendia bem e atacava ainda melhor. Aos 7′, Ricardo Lopes assinava um poker e o 7-3. Um minuto depois, e num fortíssimo remate do meio da rua, Raul Meca fazia o 8-3. No minuto seguinte, os visitantes poderiam ter reduzido, mas João Aurélio defendia remate de “Fred” Saraiva num livre directo. Aos 16′, Vitor Hugo num bom remate alargava o marcador para 9-3. Um minuto depois, cartão azul para Bruno Fernandes. Na conversão do livre directo, Hugo Oliveira permitia a defesa de Cláudio Bessa. Os forasteiros não acertavam com as redes e desperdiçavam duas bolas paradas. Primeiro, João Aurélio defendia remate de André Pinto num pénalti. E depois, Bruno Fernandes rematava à barra em livre directo, após 10ª falta local. Nos últimos cinco minutos da partida, Horácio Ferreira colocava em pista, o ainda juvenil João Abreu e o habitual guarda-redes suplente João Gomes. A dois minutos do fim, Vitor Hugo não aproveitava a 15ª falta dos espinhenses. E na resposta, “Fred” Saraiva rematava ao poste da baliza de João Gomes. O jovem guardião ribadavense manteve a sua baliza inviolável e defendia mesmo um pénalti de Bruno Fernandes a 10s do fim.

Os seniores do RAHC (6º lugar – 35 pontos) voltam a competir no dia 21 de Março às 18h na visita ao reduto do líder (43 pontos) do campeonato: o Hóquei Académico de Cambra.


Camadas Jovens:

Na formação, os juniores do RAHC jogaram na noite de sexta-feira em Viana do Castelo a 3ª jornada da Taça do Minho de sub-20, empatando a 6 golos com a Juventude de Viana. Na tarde de sábado, os Iniciados do RAHC receberam o CD Ancorense na 3ª jornada da Taça do Minho de sub-15 e venceram o seu frágil opositor por 20-0. No domingo de manhã, os Infantis A do RAHC jogaram em Vila Praia de Âncora a contar para a 3ª jornada da Taça do Minho de sub-13 e venceram por 0-8 o CD Ancorense. À tarde, os Escolares do RAHC receberam e venceram o OC Barcelos por 10-4.

Videos

Loading...

Siga-nos

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização