GNR faz buscas no Complexo Habitacional de Argemil

No dia 25 de janeiro, o Núcleo de Investigação criminal da GNR de Barcelos efetuou uma operação de buscas domiciliárias no complexo habitacional de Argemil, Santo Tirso. 
As buscas decorreram no âmbito de um processo de roubo cuja vítima foi abordada por duas mulheres com o intuito de ler a sina com a promessa de curar uma filha da vítima que tem uma doença grave. A vítima foi a casa acompanhada pelas suspeitas, que já no interior da residência, ameaçaram a mulher com uma faca e coagiram-na a entregar 10 mil euros que tinha no cofre e mais sete mil que tinha noutro sítio.
Na sequência das buscas domiciliária foram apreendidos uma caçadeira, 22 munições .22mm, 1445 euros em dinheiro e diversas peças em ouro.
Foram constituídas arguidas duas cidadãs de 52 e 46 anos, irmãs, e 1 cidadão com 50 anos.
As detidas já tinham sido detidas em flagrante delito pelo NIC de Barcelos em 2013 numa burla milionária de 30 mil euros quando prometiam a cura de um tetraplégico. Também pelo NIC da GNR Barcelos, as mesmas suspeitas foram constituídas arguidas, em junho de 2016, num inquérito de Esposende em que tinham praticado mais três burlas milionárias com o mesmo esquema criminoso.
No dia 26 de julho de 2018 foi detido um casal, no campo da feira de Famalicão, com o mesmo esquema de leitura da sina seguido de coação psicológica sobre uma mulher, em que prometiam curar do cancro da mama e de doença psicológica da filha, tendo extorquido 10mil euros. Quando se preparavam para extorquir mais 8 mil euros foram detidos em flagrante delito pelo NIC de Barcelos.

Obrigado por ler esta notícia

Veja tambem