Auto Soluções

GNR apreendeu mais de 120 mil cigarros em Santo Tirso e Famalicão

A Unidade de Ação Fiscal (UAF), através do Destacamento de Ação Fiscal (DAF) do Porto, no dia 12 de janeiro, identificou um homem de 64 anos, e apreendeu 120 662 cigarros, por introdução fraudulenta no consumo, nos concelhos de Santo Tirso e Vila Nova de Famalicão.

No âmbito de uma investigação que decorria há 11 meses, por introdução irregular ao consumo, foi realizada a operação “CONDOMÍNIO”, os militares da Guarda deram cumprimento a nove mandados de busca em residências, um estabelecimento, uma empresa e veículos que culminou na apreensão do seguinte material:

• 120 662 cigarros;

• 3 725 euros em numerário;

• 11 quilos de folha de tabaco triturado que daria para produzir 11000 cigarros;

• 3,6 litros de aguardente;

• 2,3 litros de vinho licoroso;

• Um telemóvel.

No decorrer da ação ainda foi identificado um homem de 64 anos.

O valor do tabaco apreendido ascende aos 28 000 euros, sendo que a sua comercialização ilícita teria causado um prejuízo ao Estado em sede de Imposto sobre o Tabaco (IT) num valor de 25 000 euros.

Os factos foram comunicados ao Tribunal Judicial de Santo Tirso.

Leia também...