Auto Soluções

Filipe Carneiro apresentou a demissão do cargo de comandante dos vermelhos

A demissão de Filipe Carneiro foi apresentada no dia 8 de novembro à direção e dada a conhecer ao corpo de bombeiros na noite desta sexta feira em formatura geral.
Contactado pelo Jornal do Ave o comandante confirmou que apresentou a demissão, “tanto de comandante, como de funcionário da Associação Humanitária”. “Saio porque entendo que tenho de sair, e este é o momento adequado para o fazer”, afirmou Filipe Carneiro em declarações exclusivas ao Jornal do Ave.
O comandante ressalvou que tem “uma excelente relação com o presidente e com a estrutura” e que quer continuar a ter essa relação, “entendo que o comandante deve ser leal a que o nomeou, e como existe uma falta de alinhamento entre o comandante e a direção, intendi que sair seria o melhor para todos e para que o corpo de bombeiros tenha estabilidade”.

Em declarações ao Jornal do Ave, Fernando Vale, presidente da direção da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Santo Tirso afirmou que recebeu o pedido de demissão do comandante, “há momentos que podemos ter pontos de vista diferentes e se o comandante entendeu que que deveria seguir outro caminho, resta-nos desejar-lhe boa sorte”, ressalvando também o excelente relacionamento que tem com Filipe Carneiro.

A segunda comandante Rute Neves assume de forma interina o comando do corpo de bombeiros.

Filipe Carneiro tomou posse como comandante dos Bombeiros Voluntários de Santo Tirso em 2 de agosto de 2019, depois de exercer funções de adjunto de comando de 2016 a 2019.

Leia também...