Select Page

FC Famalicão com derrota caseira

FC Famalicão com derrota caseira

A Académica conseguiu hoje uma reviravolta e venceu por 2-1 em casa do Famalicão, em jogo da 34.ª jornada da II Liga portuguesa em futebol, mas continua longe do acesso à subida de escalão.

Vítor Lima deu vantagem ao Famalicão aos 24 minutos, mas na segunda parte, vindos do banco de suplentes, Marinho e Traquina assinaram o 2-1 (72 e 87 minutos).

Com esta vitória, a Académica subiu uma posição e segue em sexto com 54 pontos, a nove do líder, o Nacional, enquanto o Famalicão mantém-se no nono lugar com 47.

A Académica começou melhor, mais focada no ataque, mas, à passagem do primeiro quarto de hora, os famalicenses começaram a ‘aliviar’ a pressão, criando perigo sobretudo através de lances de bola parada.

Aos 14 minutos, um remate forte cruzado de Djousse só parou no corpo de Gabriel, e dois minutos depois, aos 16, William atirou a rasar o poste da baliza dos ‘estudantes’, mas a bola saiu ao lado.

O golo que inaugurou o marcador acabaria por surgir aos 24 minutos, na sequência de um canto marcado por Diogo Cunha, em que Empis surgiu a desviar de cabeça e Vítor Lima empurrou para a baliza à guarda de Ricardo.

A Académica interiorizou o golo sofrido e reagiu com tudo quanto podia, entrando dominante na segunda parte, mas o emblema minhoto mostrava preparação para a pressão forasteira e foi adiando o empate.

Aos 48, Brendon tentou de cabeça, mas o guardião do Famalicão estava atento. Seguiram-se remates por cima da barra por Alan Júnior (49) e Djousse (51), tendo o avançado camaronês dos visitantes tentado de novo aos 71 com um tiro muito forte para defesa apertada do guarda-redes da casa.

Mas, aos 72 minutos, Marinho conseguiu mesmo o 1-1 com um golo após cruzamento de Luisinho. O Famalicão começou a apostar na velocidade, aumentando o ritmo de jogo no último terço do terreno da equipa de Coimbra, mas faltou mais discernimento no impulso final, como aconteceu aos 84 minutos, quando Fabinho se desmarcou na direita, mas Vasco Costa não chegou à bola.

A Académica jogava de forma mais esclarecida e beneficiou disso conseguindo a reviravolta com um golo de Traquina que saltou do banco aos 86 para marcar aos 87 após atraso de bola propositado e certeiro de Alan Júnior.

 

Texto: Lusa

fotografia: arquivo

Videos

Loading...

Siga-nos

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização