Famalicenses com descontos de 50 por cento nos transportes rodoviários

Os famalicenses que utilizam habitualmente os transportes públicos rodoviários a operar no concelho vão beneficiar, já a partir de 1 julho, de um desconto de 50 por cento, na aquisição dos passes mensais.

A medida foi tomada confirmada durante o Conselho Intermunicipal do Ave realizado no passado dia 16 deste mês, sendo válida para todos os municípios que integram esta entidade.  Perante o panorama atual, os Presidentes dos Municípios reconheceram a importância de se apoiar as famílias do território da Comunidade Intermunicipal do Ave, no que toca ao uso de transportes públicos.

Assim, os residentes do território que integra a CIM do Ave (Cabeceiras de Basto, Fafe, Guimarães, Mondim de Basto, Póvoa de Lanhoso, Vieira do Minho, Vizela e Vila Nova de Famalicão) irão sentir uma significativa diminuição na despesa do seu passe mensal já a partir do próximo mês. Com a entrada em vigor do Programa de Apoio à Redução Tarifária (PART), o “Passe Social” passará a ter um desconto de 50% nas suas deslocações municipais, intermunicipais (com origem e destino nos concelhos da CIM do Ave) e inter-regionais (origem nos concelhos da CIM do Ave e destino noutra Comunidade Intermunicipal ou Área Metropolitana).

Segundo o presidente da Câmara Municipal de Famalicão, Paulo Cunha, “trata-se de uma boa notícia para os famalicenses que vêm significativamente diminuídos os custos com o transporte público rodoviário”, acrescentando que a medida “representa uma poupança nos orçamentos familiares, mas também um incentivo forte à utilização dos transportes públicos com os benefícios ambientais que isso implica”. O autarca sublinhou ainda que “com o valor do passe mensal reduzido para metade serão muitos mais os famalicenses a recorrer a este serviço, o que poderá também dinamizar o sector e fazer crescer o próprio serviço.”

Recorde-se que, para além deste desconto, a autarquia disponibiliza desde há vários anos, o Passe Sénior para famalicenses com 65 ou mais anos de idade, bem como cidadãos reformados, assumindo metade do valor do passe. O documento permite viajar em todas as carreiras e operadores de transportes públicos que atuam no território e implica um investimento municipal anual superior a 200 mil euros.

Por outro lado, a autarquia famalicense assegura a universalidade da gratuidade dos passes escolares, assumindo a totalidade do pagamento dos passes escolares de todo os alunos do concelho, desde o ensino básico até ao 12.º ano. No conjunto, a medida abrange cerca de 5 mil alunos famalicenses num investimento total de 1,9 milhões de euros por ano.

Notícias relacionadas...

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização