Select Page

Famalicense volta a liderar JSD Braga

Famalicense  volta a liderar JSD Braga

Tribunal deu razão a Firmino Costa

O Tribunal Judicial de Lisboa devolveu a presidência da distrital bracarense da JSD a Firmino Costa, depois de ter dado razão à Providência Cautelar interposta pelo famalicense contra a Juventude Social Democrata.

O caso remonta a julho de 2016, quando o Órgão Jurisdicional da JSD impugnou as eleições dessa juventude partidária para a Distrital de Braga “devido à entrada de 256 militantes nos cadernos com origem duvidosa”, pode ler-se na nota de imprensa enviada pelo famalicense, Firmino Costa.
O jovem famalicense, que havia vencido as eleições e liderado a JSD Braga durante “sete meses”, viu “ser impugnado o referido ato eleitoral, contra todos os estatutos da JSD”, facto que “impediu inclusive uma recandidatura ao órgão”. Sendo que, “a Mesa do Congresso da JSD Nacional iniciou um processo eleitoral ilegal, e que deu ilegalmente posse a novos órgãos”.
No entanto, o Tribunal decidiu “julgar nula a decisão por ilegitimidade do órgão que a preferiu”. Uma sentença que Firmino Costa considera “histórica”, já que esta é “a primeira vez que alguém vence uma estrutura em Tribunal” e reconhece ser “uma vitória da justiça e dos jovens”.

 

Leia a reportagem na íntegra na edição n.º 135 do Jornal do Ave, já nas bancas.

Videos

Loading...

Siga-nos

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização