Famalicense de Ouro nas artes marciais chinesas

É mais um famalicense de ouro. Foi quase do acaso que se descobriu o talento de Diogo Costa para as artes marciais. Há três anos, Diogo começou a praticar Muay-Thai e Kickboxing porque precisava de uma modalidade que, ao contrário do ginásio, fosse “um desafio constante”. Estava longe de imaginar que três anos depois seria campeão Mundial.

Aos 23 anos, Diogo Costa é mais um atleta a levar o nome de Portugal e de Vila Nova de Famalicão além-fronteiras. Natural de Cavalões, o jovem descobriu recentemente o gosto e o jeito para o Muay-Thai e o Kickboxing. Diogo tinha colegas integrados na modalidade e, aos 20 anos, apenas frequentava o ginásio, mas “queria uma coisa que o incentivasse”, que lhe permitisse estar “sempre a aprender” e que fosse “um desafio constante, quer físico quer psicológico”. “Esta modalidade trouxe-me isso, completamente”, disse ao Jornal do Ave o jovem famalicense.

Leia a notícia completa na edição 81 do Jornal do Ave, nas bancas até 26 de abril.

Obrigado por ler esta notícia

Veja tambem