Select Page

Famalicão venceu Rio Ave e lidera 1ª Liga

Famalicão venceu Rio Ave e lidera 1ª Liga

O defesa-central dos minhotos resolveu a partida com um tento de livre, aos 66 minutos, numa altura em que os vila-condenses jogavam em inferioridade numérica, depois da expulsão do também defesa-central Messias, aos 56.

Com este triunfo, os famalicenses, que 25 anos depois voltaram a jogar em casa para o principal escalão do futebol nacional, somaram a segunda vitória no campeonato, em dois jogos, enquanto o Rio Ave entra na competição com o ‘pé esquerdo’.

A partida até começou numa toada ‘morna’, com os dois conjuntos a demonstrarem demasiadas cautelas e pouca acutilância ofensiva, tentando explorar os remates de longa distância para intimidar o adversário.

Só depois de esgotado o primeiro quarto de hora, os donos do terreno decidiram ‘arregaçar as mangas’ e mostrar maior atrevimento na forma com se acercavam da baliza vila-condense.

Fábio Martins, com um remate de longe, desviado por um defensor do Rio Ave, foi o primeiro a deixar um sinal de alerta, numa jogada que resultou num canto, que quase foi aproveitado por um desvio de cabeça de Toni Martinez.

O lance serviu para despertar as ambições dos famalicenses que, paulatinamente, se foram instalando no meio-campo dos visitantes, mas sem um futebol suficientemente envolvente para abrir brechas na coesa defensiva vila-condense.

Pedro Gonçalves, aos 20, ainda tentou a sorte de longe, mas num remate, de novo, desviado, por um defesa do Rio Ave, que, na resposta, tentava explorar as velocidades dos seus extremos para esboçar contra-ataques, mas com parca definição no último passe, arrastando o nulo até ao intervalo.

A postura das duas equipas não se alterou no regresso do descanso, mas os famalicenses conseguiram vincar o seu ascendente a partir dos 56 minutos, quando o defesa-central do Rio Ave, Messias, foi expulso por derrubar Rúben Lameiras, quando este se isolava.

Apesar de o técnico Carlos Carvalhal ainda ter ‘recalibrado’ a equipa, os vila-condenses demoraram a recompor-se e, numa nova falta cometida à entrada da sua área, colocaram-se à mercê do adversário, que, aos 66 minutos, inaugurou o marcador, num pontapé de livre fortíssimo de Patrick William.

Os vila-condenses acusaram em demasia o tento e o Famalicão só não conseguiu ampliar a vantagem por falta de pontaria nas várias oportunidades criadas, acabando por permitir uma reação do Rio Ave.

Já depois de Nuno Santos ter enviado uma bola ao poste, os visitantes conquistaram, aos 90 minutos, uma grande penalidade, por falta de Josh Tyomon sobre o recém-entrado Mehdi Taremi.

Na conversão, Filipe Augusto foi perdulário e rematou ao lado, fazendo com que a vantagem dos famalicenses perdurasse até ao final.

Videos

Loading...

Siga-nos

1ª pagina edição Papel

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização