Famalicão vence em Olhão com golo de grande penalidade

O Famalicão voltou hoje aos triunfos, ao bater fora o Olhanense, em jogo da 25.ª jornada da Segunda Liga, graças a um golo de Leandro Souza, de grande penalidade, a dez minutos do fim.
Depois de três jogos sem conhecer o ‘sabor’ da vitória, a equipa de Daniel Ramos justificou o triunfo com um ascendente claro na segunda parte, materializado no golo do avançado brasileiro, aos 80 minutos.

O Famalicão ultrapassou o seu adversário de hoje na tabela, ocupando o décimo lugar, com 36 pontos, mais dois do que o Olhanense, 11.º classificado.

Com Léo, um juvenil de 17 anos, na baliza e sem guarda-redes suplente – devido ao castigo de Moreira, expulso no jogo anterior, frente ao Benfica B, não existindo mais nenhum inscrito -, o Olhanense, com uma prestação fraca, não conseguiu o triunfo que desejava para homenagear a memória do seu treinador de guarda-redes, António Paulo (Tozé), que faleceu este domingo.

A primeira parte foi bastante fraca, com as duas equipas a imporem um ritmo muito baixo e mostrando incapacidade de criar perigo, pelo que os dois guardiões se limitaram a ser espetadores.

Depois do intervalo, o cenário mudou porque o Famalicão surgiu diferente para melhor, mais dinâmico, acabando por assumir o controlo da partida perante um Olhanense que se limitava a tentar defender o nulo.

O extremo-direito Medeiros acabou por desperdiçar duas boas ocasiões no espaço de um minuto (64 e 65), antes de Mauro, de livre direto, atirar à barra, numa bola que ainda foi desviada pelo guardião Léo (69).

Na única ocasião dos algarvios, aos 75 minutos, Said surgiu isolado diante de Emanuel mas permitiu a defesa do guarda-redes do Famalicão, que acabou por marcar o golo da vitória cinco minutos depois.

Materazzi cortou a bola com o braço, em plena grande área, e o árbitro Fábio Veríssimo assinalou grande penalidade, convertida por Leandro Souza para definir o resultado final.

Lusa

Foto: FC Famalicão

Obrigado por ler esta notícia

Veja tambem