Select Page

Famalicão vence Académica e afasta-se da zona de despromoção

Famalicão vence Académica e afasta-se da zona de despromoção

O Famalicão venceu hoje a Académica por 2-1, em jogo da 28.ª jornada da II Liga portuguesa em futebol, conseguindo destacar-se da zona de despromoção e atrasando os ‘estudantes’ na luta pelos primeiros lugares.

Carlão ‘bisou’, aos 23 e 63 minutos, enquanto Makonda marcou para a Académica, aos 41.

Com este resultado o Famalicão conseguiu subir quatro lugares na tabela classificativa passando da 16.ª para a 12.ª posição. Já a equipa de Costinha permanece em terceiro e a nove pontos do Desportivo das Aves que é segundo, mas só graças à derrota (1-0) do Varzim, que é quarto e também persegue os líderes, em casa com o Sporting de Braga B.

O conjunto de Coimbra começou com maior pendor atacante e, logo aos sete minutos, ameaçou as redes de Victor Braga com um remate de Rui Miguel.

O Famalicão acabou por inaugurar o marcador numa jogada desenhada a dois mas feita a três toques: Carlão lançou Mendes que arrancou sozinho e, já no interior da área, fez um passe atrasado para o avançado brasileiro disparar e marcar (23 minutos).

Com o golo dos famalicenses, o jogo ficou mais dividido com oportunidades para os dois lados, mas pouca convicção. Diogo Cunha atirou por cima aos 30, Leandro respondeu aos 37 com um remate à figura e Feliz também rematou por cima aos 28.

O empate acabaria por surgir a quatro minutos do intervalo com um cabeceamento de Makonda, após canto marcado por Leandro.

O francês da Académica podia ter ampliado, na etapa seguinte, quando, aos 54, rematou por duas vezes, primeiro contra o corpo do guarda-redes da casa e depois para fora, mas o Nandinho tinha um ‘trunfo’ no banco, Gevaro, que aos 63 fez tudo direito e preparou o cabeceamento fatal de Carlão para o 2-1 (63).

O jogo esteve equilibrado e emotivo até ao final com o Famalicão a ter em Fokobo um autêntico ‘muro’ e em Carlão um ‘poço’ de esforço, concentração e sentido posicional, perante uma Académica que até teve mais bola.

Aos 90, Carlão quase fazia o terceiro, mas Ricardo Ribeiro arriscou tudo e travou o brasileiro.

Nos descontos, aos 90+2, João Real falhou o empate, ao rematar, de cabeça, por cima da baliza, após cruzamento de Rui Miguel.

Fonte: Lusa

Videos

Loading...

Siga-nos

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização