https://autosolucoes.pt/

Famalicão investe 54 milhões de euros numa nova rede de transportes públicos rodoviários

A Câmara Municipal vai investir 54 milhões de euros nos próximos oitos anos para garantir um eficiente serviço público de transportes rodoviários de passageiros  no concelho, através de uma nova rede intermunicipal  desenhada entre os municípios de Vila Nova de Famalicão, Trofa e Santo Tirso, no âmbito do projeto «Mobi.Ave». Trata-se do maior investimento público de sempre no concelho famalicense, no que refere ao transporte público rodoviário.

A proposta de abertura de concurso público para a nova rede de transportes públicos rodoviários foi aprovada na reunião de Câmara desta quinta-feira, dia 2 de setembro, estando previsto um investimento global, da parte da autarquia famalicense, de 54.267.861€, acrescido de IVA à taxa legal em vigor, entre os anos de 2022 e 2029.

Ao todo, os três municípios irão investir cerca de 80 milhões de euros, cabendo a Vila Nova de Famalicão o maior esforço, pelo facto do seu território abranger dois terços desta rede. Para o Presidente da Câmara, Paulo Cunha, esta decisão materializará “uma melhoria indiscutível no uso, cobertura e eficiência do transporte público rodoviário em Famalicão, permitindo num aumento significativo do número de quilómetros percorridos pelos autocarros em Famalicão, passando de 1,5 milhões kms/ano para cerca de 3,5 milhões kms/ano”.

Paulo Cunha destaca que “a nova rede estará ajustada às necessidades das pessoas e das empresas”, com o objetivo de “servir a comunidade e estimular o uso do transporte público”.

Refira-se que, em 2017, o Município de Vila Nova de Famalicão assinou um protocolo de colaboração com as autarquias de Trofa e Santo Tirso, para a realização de um estudo de planeamento sobre a mobilidade de passageiros na área territorial dos três concelhos, que culminou na criação, em 2019, da Associação de Municípios «Mobi.Ave», com vista a gestão de uma rede de transportes entre os três municípios, que se irá materializar também nesta nova rede de transportes públicos rodoviários.

“Para além de querermos uma boa circulação rodoviária dentro do concelho, também queremos que as ligações aos concelhos vizinhos também se façam de uma forma eficaz, com horários e fluxos que sejam os acertados”, realça o Presidente da Câmara.

Recorde-se que o Município de Vila Nova de Famalicão é a autoridade de transportes para o serviço público de transporte rodoviário de passageiros do concelho desde 2015, após alteração do Regime Jurídico do Serviço Público de Transporte de Passageiros pela lei n.º 52/2015, de 9 de junho.

Leia também...