Auto Soluções

Famalicão elimina Trofense com golo artístico de Puma Rodríguez

O Famalicão, venceu hoje o Trofense, do segundo escalão nacional, por 1-0, em partida da terceira eliminatória a Taça de Portugal de futebol, decidida com um tento solitário de Puma Rodríguez, já no segundo tempo. O avançado panamiano dos minhotos desequilibrou um jogo muito disputado aos 69 minutos, com um tento de belo efeito, que permitiu à equipa primodivisionária seguir em frente na competição, apesar da boa réplica dada pelo Trofense

Os famalicenses tentaram cedo o impor o seu estatuto de I Liga, assumindo a iniciativa do desafio e mostrando-se mais pressionantes, tentando empurrar o adversário para a sua área.

Não surpreendeu, por isso, que as primeiras ameaças pertencessem aos visitantes, com Puma Rodríguez em destaque, num par de ocasiões, quando surgiu em posição privilegiada em frente ao guardião contrário, mas, em ambas, foi perdulário na altura da finalização.

Do outro lado, o Trofense não se intimidava com o ascendente contrário, e apesar de não ter tanta ‘arte’ para responder em contra-ataque, ia mantendo duelos aguerridos, sobretudo no meio-campo, e explorando alguns lances de bola parada, nomeadamente num livre perigoso de Schurrle.

Nessa toada, os locais conseguiram impor um maior equilíbrio nos derradeiros minutos antes do intervalo, mas, ainda assim, coube aos minhotos uma nova ocasião de perigo, mais uma vez por Puma Rodríguez, mas com igual parca inspiração na altura do remate, mantendo o nulo no tempo de descanso.

O reatamento devolveu um jogo com maior igualdade de forças, com o Famalicão a não conseguir fazer as ruturas da etapa inicial, e o Trofense a ser mais atrevido a pisar terrenos adiantados, embora sem situações evidentes de perigo.

Mas, aos 69 minutos, a história do jogo levou novo rumo, com Puma Rodríguez a redimir-se das perdidas anteriores e protagonizar um golo de belo efeito, numa jogada individual culminada com um ‘chapéu’ à entrada da área, que deixou o guardião do Trofense ‘pregado’ ao chão.

Quebrada a resistência do Trofense, o jogo perdeu dinâmica, com o Famalicão a concentrar-se em controlar a vantagem, o Trofense já com pouco ânimo e recursos para evitar a derrota por 1-0.

Jogo no Estádio do CD Trofense, na Trofa.

Trofense — Famalicão, 0-1.

Ao intervalo: 0-0.

Marcadores:

0-1, Puma Rodríguez, 69 minutos.

Equipas:

– Trofense: Tiago Silva, Daniel Liberal (Tiago André, 85), Ange Mutsinzi, Simão Martins (Caio Marcelo, 85), Pablo, Beni Mukendi, Vasco Rocha (Vilson, 85), Schurrle, Andrézinho (Vanilsom, 59), Okitokandjo e Traquina (Pachu, 79).

(Suplentes: Miguel Santos, Martim Maia, Maiga, Pachu, Caio Marcelo, Tiago Manso, Tiago André e Vilson).

Treinador: Bruno China.

– Famalicão: Luiz Júnior, Penetra, Riccieli, Enea Mihaj, Ivo Rodrigues (Júnior Kadile, 88), Zaydou Youssouf, Gustavo Assunção, Colombatto (André Simões, 82), Francisco Moura (Rúben Lima, 62), Rui Fonte (Alem Millán, 62) e Puma Rodríguez (Cádis, 88).

(Suplentes: Dalberson, Diogo Queirós, Rúben Lima, André Simões, Alex Millán, Júnior Kadile, Gustavo Sá, De La Fuente e Cádiz).

Treinador: João Pedro Sousa.

Árbitro: Rui Costa (AF Porto).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Francisco Moura (74), Tiago Silva (69), Colombatto (76), Caio Marcelo (88) e Penetra (90+4).

Assistência: cerca 2.500 espetadores.

Texto Lusa
Foto José Alves

Leia também...