Select Page

Famalicão e Aves empataram

Famalicão e Aves empataram

Famalicão e Desportivo das Aves empataram hoje 0-0, num intenso jogo da 17.ª jornada da II Liga portuguesa em futebol, que teve como protagonista Quim, uma autêntica ‘muralha’ na baliza avense.

Sem golos mas com muitos nervos, a partida também ficou marcada pela dureza dos lances na reta final do jogo: a equipa de Vila das Aves ficou reduzida a dez quando Romaric foi expulso aos 61, enquanto Nera, aos 82, e Feliz, nos descontos, também deixaram o Famalicão com nove.

Na primeira parte as equipas estiveram ‘encaixadas’ e ambas procuraram o golo, embora o Famalicão tivesse investido mais no ataque aproveitando o facto de o Desportivo das Aves ter apostado numa defesa muito subida no terreno.

Mas os avenses souberam conter os ímpetos dos famalicenses e tiveram na baliza o veterano Quim que defendeu o possível e o ‘impossível’.

O primeiro lance de real perigo surgiu aos 25 minutos, quando Carlão rematou e João Pedro, já colado à linha de baliza, substituiu Quim e evitou o golo. Pedró respondeu, aos 40 minutos, mas Victor Braga também esteve muito forte entre os postes.

Aos 44 minutos, Medeiros surgiu isolado após lançamento longo de Vilaça e Quim brilhou pela primeira vez, com uma defesa apertada. Após o intervalo, aos 47, o guardião do Aves voltou a ‘agigantar-se’, ao defender um primeiro remate de Diogo Cunha e uma recarga muito forte de Correia.

E o Desportivo das Aves teve aos 53 minutos a sua melhor oportunidade de golo, quando Pedró fez a bola ‘raspar’ o poste da equipa de Vila Nova de Famalicão.

Romaric acabaria por ser expulso depois de travar uma ‘arrancada’ de Medeiros, que se preparava para entrar na área sobre a esquerda, provocando enormes protestos dos avenses, que não viram motivos para o cartão vermelho direto.

O Aves jogou com menos um jogador a partir dos 61 minutos, mas o Famalicão também acabaria por terminar o jogo com nove porque Nera viu o segundo amarelo aos 82 e dez minutos depois, aos 90+2, Feliz foi expulso após falta dura sobre Renato Reis.

Antes, Quim, impenetrável, defendeu um remate fortíssimo de Correia (69 minutos) e outro de Diogo Cunha (71).

O Famalicão ‘encurralava’ por completo o Desportivo das Aves na sua zona defensiva, mas em contra-ataque Guedes ainda assustou quando, isolado, atirou contra o corpo de Braga (77).

Antes do final, aliás praticamente no último lance de um jogo que teve intensidade até ao fim, os famalicenses protestaram uma possível grande penalidade, quando Correia caiu na área, mas o árbitro lisboeta João Capela não considerou ter havido derrube.

Jogo no Estádio Municipal de Famalicão, em Vila Nova de Famalicão.

Famalicão – Desportivo das Aves, 0-0.

Equipas:

– Famalicão: Victor Braga, Joel, Vilaça, Nuno Diogo (Ângelo Menezes, 31), Nera, Vítor Lima, Diogo Cunha, Perre (Kisley, 79), Feliz, Carlão (Correia, 46) e Medeiros.

(Suplentes: Gabriel, Daniel, Ângelo Menezes, Mércio, Patrick, Kisley e Correia).

Treinador: Nandinho.

– Desportivo das Aves: Quim, Hackman, João Pedro, Bosson Romaric, Nélson, Tarcísio, Bruno Alves, Pedró (Ericson, 68), Femi, Zé Tiago (Renato Reis, 86) e Barry (Guedes, 59).

(Suplentes: Rafa, Tiago Valente, Ribeiro, Guedes, Renato Reis, Ericson e Caetano).

Treinador: Ivo Vieira.

Árbitro: João Capela (AF Lisboa).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Hackman (57), Nera (57 e 82), João Pedro (73), Zé Tiago (77) e Ângelo Menezes (79). Cartão vermelho direto para Bosson Romaric (61) e Feliz (90+2) e por acumulação de amarelos para Nera (82).

Assistência: cerca e 2.500 espetadores.

Videos

Loading...

Siga-nos

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização