Está pronta a Escola Básica e Secundária D. Dinis

Quase seis anos depois do início das obras de requalificação da Escola Básica e Secundária D. Dinis, a empreitada está pronta e foi entregue à empresa Parque Escolar no dia 1 de abril.

Depois de a empresa de fiscalização ter dado o sinal verde, a empreitada da requalificação da Escola Básica e Secundária D. Dinis foi entregue à empresa Parque Escolar. Contudo, o estabelecimento de ensino “não está totalmente funcional”, uma vez que ainda decorrem “limpezas, mudanças, pequenos arranjos e manutenções” e ainda “alguns testes” na parte técnica e tecnológica. Em declarações ao Jornal do Ave, Miguel dos Santos, adjunto da direção do Agrupamento de Escolas D. Dinis, afirmou que, “a nível de serviços gerais, salas de aula e ginásios, os serviços para o aluno estão quase a 100 por cento”, faltando “a parte final da obra”, que passa pela parte “tecnológica de serviços técnicos”. Contudo, Miguel dos Santos referiu que tem “ouvido coisas boas” por parte da comunidade educativa sobre a escola, das quais destaca “a cantina”, que teve “um grande fluxo nas refeições”, que voltaram a ser confecionadas no estabelecimento de ensino. Com esta requalificação, a Escola ficou a “ganhar bastante” e passou a dispor de “melhores condições” para a comunidade educativa. O adjunto recordou que, nos “últimos três anos”, as aulas foram dadas em monoblocos, onde as “condições não eram as melhores”. “As primeiras palavras da comunidade educativa são que a Escola está espetacular e bastante bonita”, frisou, acrescentando que estas instalações proporcionam “conforto para os alunos” e todo o espaço envolvente tem “muito verde e muita paisagem”. Recorde-se que a empreitada na Escola Básica e Secundária D. Dinis começou no “início de 2010”, tendo sido “reestruturado o pavilhão desportivo” e transformado “o antigo bloco C no edifício, feito de raiz, mais pequeno para desporto”. O bloco B também “foi reestruturado”, mas acabou por ficar “incompleto”. A obra parou “em 2011”, quando a empresa “abriu insolvência”. Só a “27 de abril de 2015” foram oficialmente reiniciadas as obras de requalificação, agora entregues à empresa Construções Gabriel Couto, que “terminou o bloco B e reestruturou os blocos em falta”. O bloco D está “dividido em dois pisos” e passa a dispor de “laboratórios de química, física e biologia”. O contrato para a conclusão da obra de modernização da Escola teve um valor “4.838.545,59 euros”.

Obrigado por ler esta notícia

Veja tambem