Auto Soluções- Campanha verão 2022

“Espero que a situação não fique impune”. Mário Passos reúne com Conselho Municipal de Segurança após agressões no Hospital

A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão vai promover, com carácter de urgência, a realização de uma reunião extraordinária do Conselho Municipal de Segurança em virtude do episódio de violência ocorrido na madrugada desta terça-feira, 22 de fevereiro, no Serviço de Urgência do Centro Hospitalar do Médio Ave.

O presidente da autarquia, Mário Passos, já condenou o episódio e manifestou publicamente a sua solidariedade para com os profissionais de saúde e segurança da unidade hospitalar de Famalicão. “O que aconteceu esta madrugada nas urgências do Hospital de Famalicão não pode ser tolerado. Estou solidário com os profissionais de saúde do Centro Hospitalar. Espero que a situação não fique impune. Não pode ficar impune”, escreveu ao início da tarde na sua página oficial de Facebook.

Com a realização desta reunião, o presidente do Município de Famalicão pretende fazer uma avaliação, junto das forças de segurança do concelho, das diligências necessárias para que se evitem episódios semelhantes no futuro.

Caso se venha a verificar um problema de escassez de meios necessários para acudir a este tipo de situações, o autarca pondera fazer uma interpelação junto do Ministério da Administração Interna, alertando para o estado das forças de segurança no concelho e exigindo mais meios.

Recorde-se que um grupo de 15 a 20 pessoas protagonizou, na madrugada desta terça-feira, atos de desordem e agressões no serviço de urgência do hospital de Vila Nova de Famalicão.

Leia também...