https://autosolucoes.pt/viaturas/

Escassez de vacinas leva a mudanças no plano de vacinação a Bombeiros e forças de segurança

As forças de segurança e os bombeiros vão deixar de estar na lista de prioridades por causa da escassez de vacinas que afeta o plano de vacinação previsto em Portugal.

O novo coordenador da “task force”, Henrique Gouveia e Melo, revelou no dia de hoje que o plano passa por vacinar as pessoas com 80 ou mais anos e a pessoas entre os 50 e 79 anos com uma das quatro doenças de maior risco à covid-19 (cardíaca, coronária, renal e respiratória grave).

O presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses (LPB), Jaime Marta Soares, afirma estar “surpreendido” por não ter sido avisado da alteração.

Jaime Marta Soares, afirmou que “queremos saber se é ainda sobre estes primeiros 50% ou dos seguintes 50%. Quero que me digam o que se passa para poder informar os bombeiros”.

Leia também...