Select Page

Deputados socialistas reúnem com autarcas (c/video)

Foi com a intenção de sensibilizar o Governo para problemas que estão sinalizados há anos e sem solução à vista que Joaquim Couto reuniu com os deputados do Partido Socialista, do círculo eleitoral do Porto, no dia 20 de março.

O presidente da autarquia de Santo Tirso colocou vários temas em cima da mesa e as acessibilidades foi um deles. O autarca quis trazer à ordem do dia o protocolo assinado pela Câmara e Governo, “há cerca de uma década”, para o desbloqueamento da ponte de Frádegas, na saída de Santo Tirso para Guimarães, que está por executar. “Os governos anteriores definiram um conjunto de verbas na ordem dos quatro milhões de euros para esse cruzamento desnivelado. O Governo anterior entendeu que o valor era muito elevado e o atual pensa de forma parecida. Neste momento, estamos a reformular o projeto definitivo para reformular o protocolo, sendo que esse investimento permitirá um cruzamento de nível. Com uma nova ponte sobre a Ribeira do Matadouro, que vai possibilitar um desafogo na saída de Santo Tirso para Guimarães e a entrada desafogada para as infraestruturas que ali se vão fixar, a partir de 21 maio, com a inauguração do Museu Arqueológico Abade Pedrosa e Museu de Escultura Contemporânea”, explicou. O autarca quer ver ainda executada a reformulação da portagem no nó da A3, que estava prevista para as obras que decorreram na ligação entre Santo Tirso e Maia. Agora, Joaquim Couto espera vê-la concretizada na intervenção que vai ocorrer na ligação Santo Tirso-Famalicão, porque considera-a “indispensável para a acessibilidade às zonas industriais de Fontiscos e Alto da Cruz e à nova área industrial que está a ser construída na Ermida”. A par disso, o autarca revelou vontade de ver reformulado “o interface da rede de camionagem e estação de caminhos de ferro” para melhorar o acesso dos trabalhadores a essas zonas industriais. O deputado Fernando Jesus afirmou que o Governo está sensível às reivindicações tirsenses. “O Governo está a equacionar um conjunto de medidas para responder aos investimentos que foram adiados”, frisou.

 

Videos

Loading...

Siga-nos

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização