Select Page

Deputado do BE analisa emprego em Famalicão

Deputado do BE analisa emprego em Famalicão

“Há um número muito significativo de pessoas à espera de solução”. Foi desta forma que Pedro Soares, deputado do Bloco de Esquerda, reagiu aos números que dão conta de que 63 por cento dos cerca de 500 antigos funcionários da Ricon estão novamente no ativo após o encerramento da empresa.
Após a reunião com a direção regional do Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP), em Famalicão, o deputado apontou que ainda há “muito trabalho para fazer” no sentido de garantir emprego para as restantes pessoas que estavam contratadas pela Ricon e que ainda figuram na lista de desempregados.
Pedro Soares salientou ainda que é importante “perceber a qualidade” do emprego que está a ser criado no concelho, uma vez que considera que “a maioria assenta em baixos salários ou vínculos contratuais a prazo”, numa análise mais pessimista à tendência de decréscimo da taxa de desemprego que se tem verificado no concelho.
Pedro Soares referiu ainda que a “melhoria da capacidade económica do país não se reflete na melhoria da situação de vida das pessoas, nomeadamente, para pessoas com mais de 65 anos, cuja capacidade para encontrar o novo emprego é muito abaixo da média da região”. “É necessário mais investimento público na qualificação e na dinamização da economia e empenho político na alteração da legislação laboral, de forma a combater a precariedade e a cultura de baixos salários”, concluiu.

Videos

Loading...

Siga-nos

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização