“Constatei que a bioquímica era como fazer magia dentro de um tubo de ensaio”

Eliana Moreira Tavares foi a primeira portuguesa a concluir  o mestrado internacional SERP-Chem em Química Física, com especialização em Biofísica. A tirsense de 26 anos está no último ano do doutoramento, em Paris, mas voltar para Portugal é um dos seus maiores desejos.

Reportagem completa para ler na edição 106 do Jornal do Ave.

Notícias relacionadas...

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização