https://www.facebook.com/associacaocomercialindustrialsantotirso/

https://muroplaco.pt/pt

Conduril envolvida na construção da maior ponte pedonal do Mundo

Vai ostentar o título de maior ponte pedonal do Mundo e nasce de um projeto da Câmara Municipal de Arouca, que está a ser levado a cabo pela empresa tirsense Conduril, Engenharia, SA.

Denominada “516 Arouca”, a ponte pedonal sobre os Passadiços do Paiva, localizada próxima das localidades de Alvarenga e Chieira, terá o comprimento de 516 metros e uma altura máxima de 150 metros sobre os rápidos do Rio Paiva, numa zona conhecida como a Garganta do Paiva. A largura da ponte é de 1,2 metros.

Inicialmente, a ponte foi projetada com 480 metros de comprimento, mas as condições encontradas no terreno obrigou a estender o vão para os 516 metros, superando a “Ponte da Europa”, situada na Suiça, com 494 metros.

A Conduril, localizada em Água Longa, está a desenvolver os tramos metálicos da estrutura, que conta com um investimento de 1,8 milhões de euros, 800 mil dos quais apoiados pela União Europeia, através do PROVERE – Programa de Valorização de Recursos Endógenos.

O tabuleiro é metálico e está ligado através de cabos secundários a dois cabos principais – cada cabo principal é constituído por sete cabos de aço agrupados entre si através de placas de cintagem. Em cada margem é executado um pilar com cerca de 36 metros de altura onde são apoiados os cabos principais. A fixação destes cabos ao terreno natural, é feita através de ancoragens em maciços de betão armado.

Os responsáveis do projeto argumentam que o tipo de pavimento – grelha metálica tipo “gradil – tem ainda a grande vantagem de não oferecer grande resistência ao vento, tornando a estrutura mais estável em condições de vento forte.

Empresa com investimento em curso

A Conduril encontra-se a desenvolver um projeto de expansão que passa pela alteração e ampliação das atuais instalações e pela construção de um armazém complementar. A consignação da obra foi realizada a 20 de setembro do ano passado e a primeira fase deverá estar concluída em junho.

A segunda fase, que contempla a construção de uma nova nave de metalomecânica e dos novos escritórios, que a atravessam superiormente, ainda não tem data prevista para arrancar.

Leia também...