Chá solidário da ASAS excede expectativas (c/vídeo)

Aproveitando os “caprichos” de S. Pedro, que tem regado bem a Primavera, cerca de 150 pessoas juntaram-se no Hotel Cidnay, em Santo Tirso, na tarde de 9 de abril, para um convívio onde o chá foi o rei e a solidariedade a grande causa.

O desafio foi lançado pela ASAS – Associação de Solidariedade e Ação Social de Santo Tirso – e a resposta não podia ter sido melhor. “Tínhamos um limite de cem inscrições, depois surgiram 120 e nós acabamos por aceitar 150. As pessoas mobilizaram-se com muito carinho”, contou Helena Oliveira, presidente da ASAS. Ao chá de vários sabores que estava à disposição, juntaram-se à mesa as bolachas, os canapés e os bolos, valorizando o convívio que os participantes, maioritariamente do sexo feminino, protagonizaram. E para que a iniciativa tivesse ainda mais sucesso do ponto de vista solidário, a ASAS contou com o apoio do Hotel Cidnay, que não cobrou nenhum serviço e assim o valor das inscrições (cada uma custava 25 euros) reverteu na totalidade para a associação. A administradora do hotel, Anabela Ferreira, já fez parte da direção da ASAS e nela vê uma instituição “muito válida”. Por isso, decidiu ajudar, aproveitando o Hotel. “É uma forma diferente de contribuir e estamos muito satisfeitos pela adesão. Se tivéssemos mais espaço, certamente, mais pessoas viriam. A ASAS merece, pelo que tem feito pelas crianças e pela ação social em Santo Tirso”, destacou. E o respeito que a ASAS acolhe na comunidade ficou patente nesta iniciativa. Ana Teixeira foi uma das participantes e considera que a ASAS, que tem “pessoas muito dedicadas”, está a fazer “um bom trabalho”. Por sua vez, Alice Pinto “sempre” que pode, adere às iniciativas da ASAS, porque reconhece que a associação dá um contributo “importante” para “as crianças desprotegidas o maior conforto possível”. Esta foi mais uma das iniciativas que a ASAS inclui no plano de atividades para fazer cobrir os 25 por cento de financiamento que não são contemplados no apoio dado pela Administração Central.

Notícias relacionadas...

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização