https://emac.autosolucoes.pt/

Centro Hospitalar tem equipamento de “última geração” para reanimar recém-nascidos

O primeiro equipamento de reanimação neonatal com cordão umbilical íntegro, em Portugal, está instalado na unidade de Vila Nova de Famalicão do Centro Hospitalar do Médio Ave.
Este sistema foi adquirido graças ao apoio do Município famalicense, que comparticipou com 7500, enquanto a outra parcela do mesmo valor foi garantida por empresários do concelho.
Segundo o CHMA, este sistema “está de acordo com as mais recentes diretrizes recomendadas pelo European Resuscitation Council Guidelines 2021”.
O Neo-Troller, como é, “carinhosamente”, chamado, é coordenado pelos Serviços de Pediatria e Ginecologia e Obstetrícia do CHMA e é capaz de “adaptar-se próximo da região vulvar da mulher” que acabou de dar à luz, e o recém-nascido, “ainda com o cordão umbilical intacto”, sendo possível “receber toda a assistência necessária por parte dos profissionais de saúde”.
“A passagem da vida intra para a extrauterina ao nascimento requer muitas adaptações do organismo do bebé. A laqueação tardia do cordão umbilical pode ser necessária pois alguns recém-nascidos podem apresentar alguma dificuldade em adaptar-se imediatamente após o nascimento e a placenta poderá continuar a oferecer oxigénio enquanto os pulmões não estão ainda em pleno funcionamento”, detalhou fonte do CHMA.
O sistema é composto por “reanimador neonatal, aspirador, colchão aquecido, monitor de sinais vitais”, entre outros equipamentos “capazes de oferecer uma assistência de topo aos bebés”.
António Barbosa, presidente do conselho de administração do Centro Hospitalar, sublinhou que o Neo-Troller “vai permitir salvar vidas”. “Mais uma vez, a aquisição deste equipamento de última geração nasceu de uma boa colaboração que o Centro Hospitalar tem com a Câmara Municipal, que encontrou também alguns parceiros na sociedade civil, que ajudaram a financiar esse equipamento”.

Leia também...