Centro Hospitalar assinalou Dia Mundial da Diabetes

Centro Hospitalar assinalou Dia Mundial da Diabetes

No âmbito do Dia Mundial da Diabetes, assinalado no dia 14 de novembro, o Centro Hospitalar do Médio Ave organizou o “1.º Encontro Temático da Diabetes no CHMA” com o objetivo de alertar e sensibilizam para a doença.

Sob o lema “Diabetes e Famílias”, o CHMA organizou em colaboração com o ACES de Ave Famalicão, a Associação de Diabéticos de V.N. Famalicão (ADVNF) e a Câmara Municipal de Famalicão um vasto programa.

Para o diretor do Serviço de Medicina do CHMA, Augusto Duarte, “o objetivo da campanha deste ano é o de aumentar a consciencialização sobre o impacto que a Diabetes tem sobre as famílias e envolvê-las na gestão, na prevenção e educação desta doença, para além das equipas multidisciplinares de saúde”.

Para proporcionar um melhor conhecimento de quais são os desafios que na atualidade se colocam às famílias que são afetadas pela Diabetes, a consulta de Diabetologia do CHMA organizou um programa formativo na manhã do dia 14 de Novembro,  na Unidade de Famalicão, envolvendo a consulta de Diabetologia, a Saúde Pública e com a participação da Enfermagem, a Psicologia, a Nutrição e o Serviço Social, numa partilha de experiências nesta doença crónica em que o seu tratamento vai muito para além da toma regular da medicação. Abordaram-se temáticas como a “Diabetes e Família” e as questões relacionadas com “Cuidar da pessoa com Diabetes”.

A parte da tarde foi dedicada à comunidade e envolveu a Associação de Diabéticos de V.N. Famalicão, a Câmara Municipal de Famalicão e os Lions, com atividades de sensibilização e lúdicas, no interior da Central de Camionagem de Famalicão.

No dia 15 novembro, a Consulta Diabetologia da Unidade de Santo Tirso em colaboração com o ACeS Santo Tirso/Trofa, partilhou com outros profissionais de saúde novas perspetivas e experiências.

É de salientar que a Diabetes atinge mais de 1 milhão de portugueses, o que corresponde a cerca de 13% da população com idades compreendidas entre os 20 e os 79 anos e que mais de um quarto das pessoas entre os 60-79 anos tem esta doença. Outro dado importante, é que 1 em cada 7 nascimento é afetado pela Diabetes Gestacional. Em termos mundiais, 415 milhões de pessoas sofrem desta doença e a evolução prevê que, em 2040, este valor atinja os 640 milhões de pessoas.

Perante os números, Augusto Duarte salienta que a “Diabetes deixou já de ser um problema exclusivamente médico para ser um problema da sociedade”. 

Videos

Loading...

Siga-nos

1ª pagina edição Papel

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização