https://autosolucoes.pt/viaturas/

Centro de Recursos Educativos concretiza Famalicão Inclusivo

O município de Vila Nova de Famalicão viveu, esta segunda-feira, “um dia marcante para a concretização de um território cada vez mais inclusivo com a inauguração do Centro de Recursos Educativos”, um novo espaço educativo, instalado no CIIES – Centro de Inovação, Investigação e Ensino Superior, em Vale S. Cosme. “A educação para além de universal deve ser equitativa e inclusiva, facultando, a quem precisa, as condições necessárias para alcançar a realização pessoal e profissional no seu percurso de vida”. Paulo Cunha, presidente da Câmara Municipal inaugurou o novo espaço e salientou que “se trata de uma resposta a uma ambição e a uma necessidade do território”.

A nova valência inovadora no concelho destina-se a crianças e jovens que necessitem de medidas de suporte à aprendizagem. “Temos uma presença muito intensa no território educativo e essa presença fez-nos rapidamente perceber que era necessário esta valência e conjunto de serviços para que a dimensão inclusiva fosse plena ao longo do processo educativo”, explicou Paulo Cunha, que depois de ter sido encontrado o local para acolher este centro foi de imediato concretizado o projeto para o colocar ao serviço da comunidade.

Para o vereador da Educação, Leonel Rocha, a concretização do projeto “era um sonho antigo do município”. “Temos aqui um espaço inovador e muito completo que é uma referência para o concelho e para outros concelhos”, referiu, salientando que “a Educação deve ser sempre uma prioridade e o motor de desenvolvimento de uma comunidade”.

A criação do Centro de Recursos Educativos envolveu um investimento municipal de mais de 100 mil euros. A valência é constituída por vários espaços como salas de intervenção terapêutica e especializada: sala snoezelen  e sala de integração sensorial: apetrechadas com equipamentos e materiais que estimulam os sentidos visual, auditivo, olfativo, tátil, propriocetivo e vestibular. Sala multiusos para dinamizar atividades de forma a que as crianças e jovens promovam as suas competências percetivas, motoras, sensoriais e comunicativas. Sala de arterapia para dinamizar atividades de forma a que as crianças promovam as suas competências cognitivas, sensoriais e comunicativas, além da regulação do comportamento, relaxamento muscular e mental, bem-estar, alívio da dor, autoconfiança e autoestima relacionadas com a expressão artística como a música e a dança. Gabinetes técnicos e multidisciplinares (Saúde/Terapia da Fala/Terapia Ocupacional, Psicologia, Mediação Familiar, Intervenção socioeducativa).

O espaço destina-se a crianças e jovens a frequentar a rede escolar e solidária do Município que necessitem de medidas de suporte à aprendizagem: universais, seletivas e adicionais;  crianças acompanhadas e referenciadas para a intervenção da Equipa Local de Intervenção (ELI); jovens e adultos que frequentam as instituições do concelho no âmbito da deficiência;

Leia também...