CANDIDATURA DE ALBERTO COSTA JÁ ESTÁ NO TERRENO PARA OUVIR MILITANTES E SIMPATIZANTES DO PS/SANTO TIRSO

CANDIDATURA DE ALBERTO COSTA JÁ ESTÁ NO TERRENO PARA OUVIR MILITANTES E SIMPATIZANTES DO PS/SANTO TIRSO

Alberto Costa, candidato à Comissão Política Concelhia do Partido Socialista, iniciou, dia 19 de novembro, na Escola Básica de Agrela e Vale do Leça, um conjunto de cinco sessões descentralizadas pelo território municipal de auscultação dos militantes e simpatizantes do PS/Santo Tirso.

Ouvir os militantes e simpatizantes do PS local é o mote para a realização das sessões distribuídas por todo o concelho de Santo Tirso, com vista a recolher contributos e sugestões para a elaboração da Moção Global de Estratégia com que Alberto Costa se vai apresentar às eleições no início do próximo ano.

Sou, por princípio, um adepto do diálogo e da proximidade, porque acredito sinceramente que quem tem responsabilidades políticas toma melhores decisões se conhecer em profundidade os verdadeiros problemas e também as expectativas das pessoas”, reconheceu, no final da sessão no Vale do Leça, o candidato à liderança da Comissão Política Concelhia, para justificar a iniciativa de vir para o terreno contactar com os militantes e simpatizantes do PS/Santo Tirso.

A decisão de, ainda enquanto candidato à liderança da Comissão Política Concelhia, realizar cinco sessões de auscultação até à realização das eleições internas do partido prende-se também com um objetivo estratégico a que quer dar especial atenção caso seja eleito para o mandato 2020-2022: a militância participativa.

As sessões que a minha candidatura vai realizar com os militantes e simpatizantes pretendem servir para a recolha de contributos para o compromisso que vou assumir com o partido e com a população de Santo Tirso, mas quero, desde já, deixar a garantia de que um dos aspetos que considero serem fundamentais para a coesão e para a mobilização do partido é uma maior participação dos militantes e simpatizantes na vida do PS/Santo Tirso”, defendeu esta terça-feira à noite, no Vale do Leça, Alberto Costa, acrescentando: “Os militantes e os simpatizantes são a alma do partido e não podem ser chamados apenas quando há eleições ou campanhas eleitorais”.

Com casa cheia no Vale do Leça, Alberto Costa tornou pública a primeira decisão tomada depois de ter assumido a disponibilidade para ser candidato às eleições do PS/Santo Tirso, ao anunciar que Fernando Benjamim, primeiro secretário da mesa da Assembleia Municipal, será o mandatário da candidatura.

É para mim uma honra poder ter como meu mandatário o Fernando Benjamim, a quem aproveito para agradecer publicamente o facto de ter aceitado, sem hesitação, o meu convite”, sublinhou Alberto Costa, adiantando que será o também secretário da Assembleia Municipal o relator da Moção Global de Estratégia que vai apresentar, quando forem marcadas as eleições para as Concelhias.

No final da sessão realizada no Vale do Leça, de que fazem parte as freguesias de Monte Córdova, Reguenga, Agrela, Água Longa, Carreira/Refojos e Lamelas/Guimarei, o candidato à liderança do PS/Santo Tirso considerou que o encontro com os militantes e simpatizantes “foi muito positivo” e “proveitoso”, permitindo ouvir um conjunto de temas e de questões “relevantes” para o futuro do partido a nível local e daquela zona do Município.

A próxima sessão de auscultação levada a cabo pela candidatura de Alberto Costa vai ter lugar na zona nascente do Município, abrangendo as freguesias de Vila Nova do Campo, S. Tomé de Negrelos, Roriz, Rebordões e Vilarinho.

Videos

Loading...

Siga-nos

1ª pagina edição Papel

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização