https://emac.autosolucoes.pt/

Câmara vai recuperar e valorizar margens dos rios

A recuperação e valorização hidrográfica da Bacia do Ave, nomeadamente os Rios Ave, Pelhe, Guisande e o ribeiro de Beleco, em Ribeirão, é o objetivo de uma candidatura de 1,2 milhões de euros que o Município de Vila Nova de Famalicão apresentou ao Programa Operacional Competitividade e Internacionalização (COMPETE 2020), e que conta com uma parceria celebrada com a Agência Portuguesa do Ambiente (APA) para a execução do projeto.

O protocolo celebrado com a APA é uma garantia do desenvolvimento do projeto, que prevê a estabilização das margens e beneficiação de habitat, para espécies ribeirinhas em domínio hídrico, a melhoria das condições de escoamento e desobstrução da rede hidrográfica e da qualidade das massas de água, a mitigação dos efeitos das cheias, a reabilitação das infraestruturas degradadas, a contenção de espécies invasoras  e o reforço da monitorização da qualidade da água.

O Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Mário Passos, apresentou hoje o projeto em reunião do Executivo Municipal, e fala num projeto “muito virtuoso” que vai permitir “salvaguardar o meio ambiente e potenciar o turismo de natureza em Vila Nova de Famalicão.”

“Esta candidatura vem dar um impulso muito positivo ao plano que temos de recuperação de centenas de quilómetros de linhas de água no concelho, para reativar a vida nos rios e devolvê-los à comunidade”, disse o edil. E acrescentou “procuramos que os rios tenham boa qualidade de água, mas também biodiversidade associada, posicionando-se como corredores ecológicos de excelência para salvaguarda ambiental e para usufruto dos cidadãos”.

Leia também...