Auto Soluções

Tarifário do lixo mantém redução em 2023 EM Santo Tirso

O tarifário de resíduos urbanos para 2023 foi aprovado pelo executivo municipal na reunião de Câmara desta quinta-feira. Pelo quinto ano consecutivo, o Município vai manter as reduções implementadas em 2019.

Estabelecido em função dos consumos de água, o tarifário aprovado em 2019, e que vigorará em 2023, representa uma redução no preço do lixo de dois por cento para consumidores até 15 metros cúbicos abrangidos pela rede pública de água, e de 10 por cento para os consumidores com cinco metros cúbicos beneficiários do serviço de recolha domiciliária, nomeadamente na cidade de Santo Tirso e na freguesia de Vila das Aves.

Neste sentido, um consumidor médio (escalão 7,9 m3) vai manter a descida de 7,7 por cento na recolha porta a porta (Santo Tirso e Vila das Aves), pagando em 2023 uma fatura de 7,66 euros por mês, em vez dos 8,30 euros que suportava antes de 2019. Já o consumidor médio com recolha coletiva (fora de Santo Tirso e Vila das Aves), mantém a descida de 5,23 por cento, o que significa uma fatura de 6,16 euros, contra os 6,50 pagos em 2019.

Para o presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, Alberto Costa, é de salientar que “num contexto económico especialmente difícil, as famílias mais carenciadas, cerca de mil, vão poder continuar a beneficiar de uma redução de 80 por cento na fatura do lixo”.

O autarca destaca ainda o facto de ter optado por ser a Câmara Municipal a suportar o défice previsto no serviço de gestão de resíduos, cerca de 457 mil euros, devido ao aumento das tarifas. 

“Tendo em conta o contexto económico que vivemos e que perspetivamos para 2023, optamos por assumir a diferença e não onerar os orçamentos das famílias e das empresas”, refere.

Há dez anos que o Município de Santo Tirso não aumenta o tarifário do serviço de resíduos urbanos.

Leia também...