Câmara Municipal de Santo Tirso promove “banco de livros”

A Câmara Municipal de Santo Tirso avançou com a criação de um Banco de Livros e associou-se, desta forma, ao movimento Reutilizar.com. O local escolhido para o funcionamento deste novo espaço fica situado na Central de Camionagem.

O Banco de Livros Escolares é uma iniciativa que tem como objetivo apoiar os jovens e as suas famílias na aquisição de manuais escolares, de forma a reduzir os encargos familiares através da troca de livros, recebendo manuais escolares usados e disponibilizando-os, gratuitamente, a quem deles necessite.

No atual contexto económico, “os Bancos de Livros Escolares assumem cada vez mais importância, ao alertar os munícipes para o valor dos livros e para a importância que assumem para todos os agregados familiares, sem esquecer a possibilidade de racionalização de custos e efetiva poupança que, da presente iniciativa, podem advir”, sublinha o presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, Joaquim Couto.

O Banco de Livros funciona não só para livros escolares, mas também para outro tipo de livros. Para os entregar, desde que estejam em bom estado, bastará apenas dirigir-se à Central de Camionagem de Santo Tirso.

Segundo Joaquim Couto, com esta iniciativa procura-se aproveitar manuais escolares que os estudantes já não precisem. “Ao serem disponibilizados à Câmara – aponta –, nós poderemos entregá-los a outros alunos que têm necessidade”.

Para o autarca de Santo Tirso, esta “é uma campanha dotada de um forte caráter solidário e ecológico, resultante do plano estratégico de intervenção política deste executivo”. Medida esta aliada à ação prevista de desenvolvimento de um programa para reutilização de livros escolares e que está presente no Projeto Educativo Municipal.

O Banco de Livros promovido pela Câmara de Santo Tirso está associado ao Movimento Pela Reutilização de Livros Escolares. Neste sentido, promove-se a criação e a divulgação de bancos de recolha e partilha gratuita de livros escolares em todo o País, assente na máxima de que reutilizar é ainda melhor do que reciclar.

Para além da entrega dos livros na Central de Camionagem é, ainda possível, fazê-lo via CTT, que tratarão de os encaminhar para o Banco de Livros.

Desta forma, com a criação do Banco de Livros promovido pela Câmara de Santo Tirso, prevê-se “o aumento exponencial de dádivas e mais facilmente se poderá responder às necessidades e aos interesses de toda a população, trazendo benefícios económicos, sociais e culturais para todos”, conclui Joaquim Couto.

Obrigado por ler esta notícia

Veja tambem