https://bit.ly/3llPPDx

https://muroplaco.pt/pt

Câmara de Santo Tirso presta voto de louvor ao chefe da PSP Armindo Coelho

O executivo municipal deliberou na reunião de Câmara, da última quinta-feira, a atribuição de um voto de louvor a Armindo Coelho, que exerce funções de chefe da Polícia de Segurança Pública. Em causa está a lealdade, dedicação e os serviços prestados à população de Santo Tirso ao longo de duas décadas.

Aos 54 anos, Armindo Coelho soma já vinte anos de serviço prestado junto da população de Santo Tirso e a Câmara Municipal distingue, agora, a “lealdade, determinação e dedicação pessoal à causa da Polícia de Segurança Pública, bem como um irrepreensível espírito de missão, profissionalismo e competência”, deu conta o presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, Alberto Costa, em reunião do executivo da última quinta-feira.

Com uma notável carreira na Polícia de Segurança Pública, ao serviço da qual chegou a fazer segurança pessoal a altas personalidades do Estado Português, nomeadamente a antigos Presidentes da República, Armindo Coelho “conquistou o respeito e a consideração de todos os que com ele privam, assumindo-se, como um exemplo a seguir, fruto de qualidades pessoais e profissionais que vão da lealdade, empatia e humildade ao sentido de dever, disciplina e autoridade”, continuou o autarca.

Para além de ter representado a Polícia de Segurança Pública nas funções de adjunto da esquadra de Santo Tirso, chefiou e coordenou policiamentos de grande complexidade em território municipal, algumas vezes em articulação com a Polícia Municipal e a Proteção Civil Municipal, nomeadamente as Festas São Bento, o Rali de Santo Tirso, a Corrida São Silvestre, a Volta a Portugal em Bicicleta, entre outros eventos de natureza desportiva e cultural.

Alberto Costa sublinha o “forte caráter” e a fidelidade aos princípios que norteiam a Polícia de Segurança Pública, lembrando que Armindo Coelho “sempre soube aliar a experiência em tarefas de comando e chefia, em matéria, por exemplo, de capacidade de planeamento e de organização, e o domínio da doutrina policial”.

Leia também...