https://muroplaco.pt/pt

Câmara cria Comissão para assegurar proteção dos idosos

As pessoas com mais de 65 anos, residentes em Vila Nova de Famalicão, que se encontrem em situação de risco, vão passar a ter uma atenção redobrada. O Município vai criar uma Comissão de Proteção de Pessoas Idosas.

A medida foi aprovada em reunião do executivo municipal, a 18 de janeiro, e consiste na criação de uma equipa de trabalho multidisciplinar, com representantes da autarquia, da Segurança Social, dos centros de saúde, das entidades policiais, bombeiros, freguesias, Instituições Particulares de Solidariedade Social, Santa Casa da Misericórdia, Cruz Vermelha ou Ministério Público, que vai procurar identificar, avaliar, encaminhar e resolver situações que coloquem em causa a segurança, saúde, higiene e dignidade das pessoas idosas.
Esta Comissão vai desenvolver uma política de apoio a pessoas idosas a nível municipal, através da informação, sensibilização e responsabilização das famílias e da comunidade sobre os direitos das pessoas idosas. Além disso, a equipa vai atuar na prevenção e resolução de situações suscetíveis de afetar a segurança, saúde ou bem-estar das pessoas idosas, agilizar os procedimentos para acesso a serviços disponíveis, promovendo os seus direitos e combatendo a exclusão social.
“Os seniores merecem um olhar atento e cuidadoso por parte da comunidade e o Município tem a preocupação de criar condições que reúnam diferentes contributos, diferentes valências para que esta faixa etária tenha o conforto que é necessário nesta fase das suas vidas”, adiantou o presidente da Câmara, Paulo Cunha.
Esta comissão pretende também “criar uma resposta para o presente e para o futuro”. “É um sinal claro que damos à comunidade, um sinal de segurança e conforto, para que saibam que quando necessitarem, o Município estará presente e terá respostas”, concluiu o autarca.

Leia também...