Bombeiros de Santo Tirso salvam Cão de afogamento

Um cão que caiu num tanque com água, na antiga Fábrica do Arco, e que lutava para se manter à tona foi salvo pelos Bombeiros Voluntários de Santo Tirso, na manhã deste sábado, e encaminhado para o veterinário.

“Recebemos o alerta, pelas 10.13 horas, de que um cão estava a afogar-se dentro de um tanque, e à nossa chegada estavam dois agentes da PSP de Santo Tirso a tentar tirá-lo, mas ele já se encontrava em situação de fadiga e não conseguia chegar-se para a beira [do tanque]”, explicou ao JN Carlos Costa, um dos três bombeiros que procederam ao resgate do animal.

“Através de um lanço de manga, conseguimos puxá-lo para a beira e aí pudemos pegar nele e retirá-lo”, contou o bombeiro, indicando que o cão apresentava “sinais de hipotermia e exaustão”. “À nossa chegada, já nem nadava. Só estava a boiar, porque já não tinha resistência para mais nada”, descreveu Carlos Costa, que referiu que “um vizinho [do local] ouviu o cão a ladrar durante a noite”.

Segundo o operacional, o animal, com “três ou quatro anos” de idade, terá entrado “por uma abertura com cerca de 20 centímetros”, acabando por cair no tanque da estação de tratamento de águas da antiga fábrica da Arco Têxteis, junto ao supermercado Mercadona. Com uma profundidade de “pelo menos quatro metros”, o tanque estaria com o nível de água a “30 ou 40 centímetros” da borda, o que impediu o cão de sair pelos próprios meios.

Texto JN

Notícias relacionadas...

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização