Baile, arraial e concerto para festejar S. Bento… em casa

A pandemia veio provocar um conceito novo às festas de S. Bento que, este ano, serão assinaladas de forma diferente. O desafio é que os tirsenses celebrem num programa cultural apostado em fazer da casa de cada um o terreiro da festa.

Como? Através das plataformas digitais, numa decisão que “desincentiva os ajuntamentos sociais” e que, ao mesmo tempo, apoia os “artistas do município”. “Será uma forma de os apoiar, dado que a Covid-19 levou a que muitos dos concertos destes artistas tenham sido cancelados”, explicou o presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, Alberto Costa.

A programação das Festas de São Bento recupera os nomes das habituais iniciativas que as caracterizam, mas apresenta-as num novo formato. Ou seja, vai haver “Há Baile em Casa”, “Arraial em Casa” e “Concerto em Casa”. O programa propõe iniciativas de 8 a 12 de julho, que serão dinamizadas nas redes digitais Facebook, Instagram e Youtube, nas páginas da Câmara Municipal de Santo Tirso.

“Numa altura em que o distanciamento social é um imperativo, a melhor forma de manter a tradição e proporcionar animação é levar as iniciativas até às pessoas, por forma a que não saiam de casa”, justifica Alberto Costa.

Esta quarta-feira, o arranque das festas é assinalado com a iluminação do Mosteiro de S. Bento.

“São as festas populares com maior tradição no Município e, por isso, consideramos que seria importante assinalá-las, ainda que de uma forma diferente, devido às restrições inerentes à Covid-19”.

Alberto Costa, presidente da CM Santo Tirso

A programação

A 8 de julho, data em que se assinala a elevação de Santo Tirso a cidade, a habitual cerimónia de homenagem a individualidades ou instituições do Município, com atribuição de medalhas de mérito, será substituída por um tributo, nas plataformas digitais, a todos os profissionais que estiveram na linha da frente no combate à Covid-19, bem como pela mensagem do presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, também pela mesma via.

O “Há Baile em Casa”, substituto do tradicional “Há Baile no Largo”, chega no dia seguinte, com a animação garantida pelos “Los Bravos”, a partir das 22 horas, também através das plataformas digitais do Município.

O “Arraial dos Carvalhais” passará a ser “Arraial em Casa”, numa noite popular, a 10 de julho. Dez artistas locais dispõem-se em dez locais (zonas residenciais) diferentes da cidade para dar alegria à população, a partir das 20h30. São eles: Conjunto Típico Pedra do Couto, Zédicó, Lando, Duo Polifonia, Serafim Ferreira, José Morais, Banda Charanga, Conjunto Musical Santo André, Grupo de Concertinas de Monte Córdova e Amigos e Lusosom.

Desta forma, acredita a autarquia será possível que, dentro de casa, os tirsenses possam dançar em família ao som da música popular portuguesa.

O sábado, feriado municipal, ficará marcado pela tradicional missa solene, presidida pelo Bispo do Porto, D. Manuel Linda, que se realiza na Igreja Matriz de Santo Tirso, com transmissão online, às 19h00, na página oficial do Município, no Facebook.

Ecos da Cave em “revive”

No mesmo dia, haverá “Concerto em Casa”, numa espécie de “revive” Festas de São Bento, com a transmissão nas plataformas digitais do Município do concerto que os Ecos da Cave realizaram na Praça 25 de Abril, em 2017. O momento pretende também assinalar o novo projeto da banda de Santo Tirso, que irá lançar um livro/DVD com os momentos mais marcantes do grupo composto por José Costa, Carlos Lima, Armindo Lima, Chico Zé e Fredo.

O último dia das Festas de São Bento, 12 de julho, será também assinalado nas plataformas digitais, nomeadamente com os vencedores do concurso de montras dos estabelecimentos comerciais aderentes, que se irá realizar por votação na página de facebook do Município, bem como um vídeo final de encerramento das festas.

Obrigado por ler esta notícia

Veja tambem