https://muroplaco.pt/pt

Aves vence o campeão FC Porto B

O Desportivo das Aves recebeu e venceu hoje o campeão FC Porto B, por 2-1, no jogo que fechou a ronda inaugural da II Liga portuguesa de futebol 2016/17.

Num dia com a temperatura perto dos 35 graus centígrados, o Aves começou melhor e com mais objetividade, marcando logo aos 09 minutos, após um canto, e por Ericson, que cabeceou sobre João Costa e marcou.

O FC Porto B recompôs-se, pressionou os avenses e empatou aos 14 minutos, por Cláudio, que surgiu à vontade entre a defesa contrária e cabeceou sem qualquer hipótese para Quim.

Depois de uma breve pausa para os jogadores beberam água (25), o Aves voltou a criar perigo junto da baliza portista, em dois lances consecutivos (35), o primeiro através de João Pedro, que só não marcou porque João Costa estava atento, e o segundo num remate de Guedes, que o guardião portista desviou para canto.

O Aves mostrou já um futebol apoiado e criou perigo nas bolas paradas e no jogo aéreo, ao passo que o FC Porto B apresentou alguma insegurança defensiva e falhas no seu processo ofensivo.

Antes ainda do intervalo, o Aves pediu grande penalidade, em vão, num lance em que Balogun, na área portista, ganhou uma ligeira vantagem posicional sobre Cláudio e caiu, quando parecia poder atirar com êxito à baliza portista.

A segunda parte começou com o FC Porto B perto de fazer o 1-2, num lance em que Tony Djim, já em desequilíbrio, rematou e Quim evitou o golo com uma grande defesa.

Com um futebol mais direto, o Aves também teve o segundo golo ao seu alcance, num lance em que Guedes perdeu muito tempo e acabou por também perder a bola (54).

Depois de nova paragem para os jogadores poderem hidratar-se (69), Zé Tiago aproveitou uma falha defensiva do setor defensivo do FC Porto e, isolado, fez o 2-1, aos 78 minutos.

Daí até ao fim, o Aves recuou as suas linhas e o FC Porto partiu em busca do empate, mas foram os anfitriões que, já nos descontos (90+4), podiam ter marcado novamente, por Leandro Souza, que, contudo, rematou mal.

 

Fonte: Lusa

Leia também...