Aves e Mafra empatam

Um golo do brasileiro Alisson, aos 85 minutos, permitiu hoje ao Mafra consumar uma forte reação na segunda parte e empatar com o Desportivo das Aves, em partida da 23.ª jornada da Segunda Liga.
O golo de Alisson surgiu já na fase final da partida, respondendo ao tento da equipa das Aves, que chegou à vantagem em cima do intervalo, 45 minutos, por intermédio de Nelson Pedroso.

O ‘dedo’ do novo técnico Jorge Paixão já se fez sentir na forma mais ofensiva como a turma mafrense se apresentou sobre o relvado, num claro 4x3x3, em vez do tradicional 4x4x2 que era adotado pelo antecessor Jorge Neves.

Uma opção tática que não resultou durante a primeira parte, pois o Aves foi o conjunto mais perigoso em campo, justificando a vantagem com que chegou ao intervalo, através de um golo monumental apontado pelo lateral-esquerdo Nélson Pedroso, em cima do minuto 45.

Antes, o mesmo Pedroso (20 minutos) e o avançado Alexandre Guedes (40) tiveram duas excelentes oportunidades de golo, mas André Teixeira, sobre a linha de golo, e o guarda-redes Godinho evitaram a abertura do marcador para os avenses.

O Mafra entrou a todo o gás na segunda parte e, aos 47 minutos, Luís Carlos, num remate de fora da área, obrigou o veterano Quim (40 anos), antigo guarda-redes do Benfica e do Sporting de Braga, a defesa apertada.

Nova oportunidade de golo para o Mafra aos 65 minutos. Na sequência de um livre apontado na esquerda, Adelaja rematou para a baliza do Desportivo das Aves, mas o esférico esbarrou em Goiano, com Quim já batido e a baliza escancarada.

O experiente Quim voltou a evitar o empate aos 80 minutos, defendendo um ‘tiro’ fortíssimo de Ivan Fidalgo, mas, aos 85 minutos, surgiu o golo da equipa anfitriã. Cruzamento de Joel na esquerda, com Alisson a tocar a bola para o fundo das redes do Aves.

Um empate justíssimo e que premiou a forte reação do Mafra na segunda parte, conjunto que empurrou o adversário para o seu meio-campo, com o Desportivo das Aves a ser ainda obrigado a defender o ponto conquistado a todo o transe.

Lusa

foto: arquivo

Notícias relacionadas...

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização