Aves e Gil Vicente empatam com golos só na segunda parte

O Desportivo das Aves recebeu e empatou hoje com o Gil Vicente (2-2), numa partida da 44.ª jornada da II Liga portuguesa de futebol em que os golos surgiram só na segunda parte.

Os gilistas estiverem melhor até ao intervalo, graças a um futebol desenvolto, em especial nas saídas para o ataque, e por isso criaram algumas situações de perigo, por Paulinho (06), Simy (22 e 36) e Fatai (29), este através de um remate cruzado ao poste.

No segundo tempo, o primeiro sinal de perigo pertenceu novamente ao Gil Vicente (47), num lance em que Simy dominou a bola com o peito, serviu Vítor Gonçalves e este rematou forte, mas sobre a baliza de Digo Freire, que hoje rendeu o castigado Quim na baliza avense.

Os gilistas concretizaram as suas muitas ameaças numa jogada em que Fatai (51) rematou colocado e bateu o desamparado Diogo Freire, com a defesa do Aves parada e a reclamar, em vão, um hipotético fora de jogo do ala esquerdo gilista.

A partir daí, o Aves reagiu, Ulisses Morais fez duas substituições de uma vez só (54) e a verdade é os resultados aparecerem aos 60 minutos, na sequência de um cruzamento do recém-entrado Renato Reis e de um mau alívio da defesa visitante, que Ericsson aproveitou fazendo o 1-1.

O golo animou o Aves, o Gil Vicente abanou e Nelson Pedroso assustou o guarda-redes Serginho.

Num lance de ataque gilista (73), o árbitro caiu no relvado queixando-se de dores musculares, foi assistido durante mais de quatro minutos pela equipa médica do conjunto local e conseguiu voltar ao jogo, que também por isso teve um prolongamento de nove minutos.

O Aves manteve a sua pressão sobre o Gil Vicente e podia ter-se adiantado no marcador quando Diallo atirou ao poste (83) quanto tinha a baliza escancarada depois de Serginho defender para frente um remate forte de Zé Valente.

Pouco depois, Simy, em força e com classe, fez o 1-2, coroando assim a sua boa exibição, mas o Aves ainda foi a tempo de empatar na sequência de um livre cobrado por Zé Valente, que Romaric desviou com a cabeça para a baliza do guardião gilista.

 

Fonte: Lusa

Obrigado por ler esta notícia

Veja tambem