https://www.facebook.com/associacaocomercialindustrialsantotirso/

https://muroplaco.pt/pt

Autarca elogia “contributo” do Instituto de Emprego na dinamização económica de Santo Tirso

O presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, Alberto Costa, participou, na última sexta-feira, na cerimónia que o Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP) promoveu na empresa Finieco no âmbito das parcerias estabelecidas entre as duas entidades. Na iniciativa que contou com a presença do vice-presidente do IEFP, António Leite, Alberto Costa enalteceu o contributo do Centro de Emprego de Santo Tirso na dinamização económica do concelho.

“O trabalho desenvolvido pelo IEFP- Centro de Emprego de Santo Tirso tem-se mostrado fundamental na dinamização económica do concelho. Não só tem contribuído para enriquecer o quadro de pessoal das empresas, através das ações de qualificação, como tem potenciado a criação de novos postos de trabalho”, sublinhou o presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, Alberto Costa.

O autarca aproveitou ainda a ocasião para elogiar a política de recursos humanos da Finieco por “ disponibilizar aos colaboradores ações de formação e qualificação bem como por apostar na formação de desempregados”.

Satisfeito pelas sinergias que o Centro de Emprego de Santo Tirso tem criado com o tecido empresarial, Alberto Costa garantiu que a Câmara irá continuar a ter um papel ativo no estímulo da atividade económica: “Vamos continuar a investir no apoio às empresas, auxiliando no acesso a instrumentos de capitalização e financiamento.” O autarca lembrou ainda “que só com este trabalho em rede e com a colaboração e empenho dos diversos agentes é possível alcançar o sucesso”.

Fomentar a cooperação com diferentes entidades é, de resto, algo que Alberto Costa pretende, igualmente, dar continuidade. “Ao Município compete ser um agente facilitador”, adiantou, explicando que, para isso é preciso “estar atento às necessidades das empresas, apostar na requalificação das zonas empresariais, mas também ser um parceiro de proximidade e aberto ao diálogo”.

“O IEFP pode, por isso, contar com o apoio da Câmara não só para promover a qualificação de recursos humanos dentro das empresas, mas também para potenciar a formação de desempregados e facilitar a sua integração no mercado de trabalho”, concluiu.

Leia também...