Apesar dos problemas mecânicos, Daniela Pereira não desistiu na 2.ª prova da Taça de XCO

“Cada vez que a corrente saiu mantive a calma, limpei e voltei a colocar. Voltava a recuperar posições perdidas e a aproximar do grupo da frente. Mas ao longo das voltas, a corrente deixou de se segurar, tive que recorrer ao possível: correr nas subidas/plano e descer ‘desengatada'”. Foi desta forma que Daniela Pereira, corredora da Saertex Portugal – Edaetech, cumpriu a 2.ª prova da Taça de Portugal de XCO, que se realizou em Marrazes, Leiria, a 7 de abril.

Dados os problemas mecânicos que teve de enfrentar, a ciclista acabou em 12.º lugar, piorando o ranking, estando em 7.º lugar, com 30 pontos, menos 35 que a atual líder Raquel Queirós, quando estão cumpridas duas das cinco provas da competição.

“Segundo os dados do GPS, foram 21 minutos parada a tentar resolver a transmissão… Quem dá o que tem, a mais não é obrigado. Só tenho que estar grata por ser raro acontecer problemas com esta magnitude. Mas raios me partam se não estava a andar como um tiro! “, escreveu a corredora na página de Facebook.

A próxima prova para a Taça de Portugal de XCO realiza-se no Fundão, a 12 de maio.

Notícias relacionadas...

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização