Select Page

Andar “chic” de bicicleta em Santo Tirso (c/ vídeo)

O conceito nasceu em Copenhaga, Dinamarca, e a União de Freguesias de Santo Tirso, Couto Santa Cristina, Couto S. Miguel e Burgães quer aplicá-lo na cidade. O CycleChic saiu à rua na tarde de sábado, 23 de abril, e veio mostrar que andar de bicicleta não é só coisa de desportistas, mas também uma forma de as pessoas se moverem com mais facilidade nos centros urbanos, sem desesperar com as filas de trânsito.

O Santo Tirso CycleChic foi a primeira atividade da Semana da Bicicleta preparada pela União de Freguesias, que tem já um longo trabalho de promoção do uso da bicicleta. “Possivelmente, teremos ainda uma longa caminhada pela frente. Santo Tirso poderá ser cidade CycleChic e uma referência nacional para a mobilidade e para a defesa do ambiente”, sublinhou Jorge Gomes, presidente da União de Freguesias.
O comércio tradicional aderiu à iniciativa e decorou as montras com bicicletas, em mais uma operação de charme à população. O passeio de bicicleta teve vários pontos de passagem, como as lojas aderentes e o Parque da Rabada. Alguns participantes vestiram-se a rigor, alguns com fato e gravata, para mostrar a quem por eles passava que “não é vergonha nenhuma utilizar a bicicleta no dia a dia”. “As pessoas tinham vergonha de aparecer na cidade de bicicleta, principalmente para o trabalho, mas essa realidade tende a desaparecer com a nova consciencialização, principalmente por parte das crianças e jovens, que têm um papel fundamental na desmistificação, porque têm preocupações ambientais muito superiores às das pessoas mais velhas. E sabem que, ao andar de bicicleta, estão a poupar em muita coisa, inclusive o município, porque com os carros e camiões os pisos deterioram-se com mais facilidade”, salientou.
Jorge Gomes quer ver “a mudança de mentalidades” acontecer efetivamente “daqui a 15 ou 20 anos”. “Alguém tinha de começar este trabalho e nós vamos lutando e persistindo, sem nunca desistir”, garantiu o autarca.

Apostar nas bicicletasa motor

A União de Freguesias tem, atualmente, 20 bicicletas – às quais apelidou de Toupeiras – que já conquistou “um grupo de pessoas”, mas o executivo de Jorge Gomes “quer muito mais”. Por isso, e atendendo ao facto de a cidade de Santo Tirso ter um “relevo médio”, a União de Freguesias “está ansiosa para que o Quadro Comunitário, Portugal 2020, permita angariar verba necessária para adquirir motores para colocar nas bicicletas”.

De carro, de bicicleta ou a pé?

A Semana da Bicicleta contempla ainda outras atividades, como o “EducaBicla”, que visou “consciencializar as crianças e os jovens para a forma como devem atuar quando andam de bicicleta”.
Já esta sexta-feira, a União de Freguesias vai pôr em teste qual a forma mais eficiente para a mobilidade na cidade. Um carro, um ciclista e uma maratonista vão partir do Parque da Rabada e tentar chegar em primeiro lugar ao destino, a Junta de Freguesia. Na bicicleta estará Sérgio Sousa, enquanto Sara Moreira será a atleta que vai correr até à meta.

Videos

Loading...

Siga-nos

1ª pagina edição Papel

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização