https://emac.autosolucoes.pt/

Ana Santos e Mário Costa revalidam títulos de ciclocrosse em Santo Tirso

Ana Santos (X-Sauce Factory Team) e Mário Costa (Axpo/FirstBike Team/Vila do Conde) renovaram, no domingo, o estatuto de campeões nacionais de ciclocrosse na categoria de elite.

A prova realizou-se no Parque Urbano Sara Moreira, em Santo Tirso, e teve organização da Rionatura – Associação Promotora de Actividades ao Ar Livre, da Associação de Ciclismo do Porto, da Federação Portuguesa de Ciclismo e da Câmara Municipal de Santo Tirso.

A corrida masculina assistiu ao já esperado domínio da equipa Axpo/FirstBike Team/Vila do Conde. Primeiro, através de Bruno Silva, que rodou isolado na fase inicial da prova. Posteriormente, por intermédio de Mário Costa, que assumiu o comando ainda na primeira metade da competição, para conquistar o segundo título consecutivo.

Mário Costa cortou a meta isolado, com 1m35s de vantagem sobre Bruno Silva. Vítor Santos selou a hegemonia da Axpo/FirstBike Team/Vila do Conde, ficando com a terceira posição, a 1m47s do primeiro classificado.

Ana Santos mostrou grande superioridade na prova de elite feminina, vencendo com à-vontade. O quarto título de elite consecutivo de Ana Santos cedo começou a vislumbrar-se. A corredora da X-Sauce Factory Team isolou-se na primeira volta e foi consolidando a vantagem até cortar a meta sem concorrência por perto. Joana Monteiro (Axpo/FirstBikeTeam/Vila do Conde) foi a segunda classificada, a 1m49s, deixando a Leandra Gomes, também da formação vilacondense, o terceiro posto, a 9m05s da vencedora.

João Silva (Guilhabreu BTT) conquistou o título em sub-23, superiorizando-se a João Cruz (Axpo/FirstBike Team/Vila do Conde), que gastou mais 1m16s, e Pedro Pinto (Tavfer-Mortágua-Ovos Matinados), que ficou a 2m23s.

Em juniores impuseram-se dois corredores do Guilhabreu BTT, Rafael Sousa e Mariana Líbano. Os melhores cadetes foram Miguel Pereira, também da equipa de Guilhabreu, e Margarida Vasconcelos (Axpo/FirstBike Team/Vila do Conde).

Os juvenis participaram em bom número, revelando o potencial de crescimento da disciplina a partir das camadas mais jovens. Os melhores nesta categoria foram Gonçalo Costa (Póvoa Cycling Academy/CDC Navais) e Leonor Lopes (Clube BTT Matosinhos).

Entre os veteranos, sagraram-se campeões nacionais os masters 30 Augusto MIdão (Rompe Trilhos/Ajpcar) e Nádia Mendes (BTT Gardunha/Fundão/Create), o master 40 Rogério Matos (Rompe Trilhos/Ajpcar), o master 50 António Passos e o master 60 Joaquim Pinto (Silva & Vinha/ADRAP/Sentir Penafiel). Virgínia Moreira (Saertex Portugal/Edaetech) foi e melhor master 40 e Filomena Paulo a primeira em masters 50, duas categorias femininas sem atribuição de títulos por ausência de número mínimo de participantes.

A época nacional de ciclocrosse termina no próximo domingo, em Águeda, local escolhido para a quinta e última prova da Taça de Portugal.

Leia também...