Ana Bacalhau: “Tenho gratidão pelo público famalicense”

O caminho de Ana Bacalhau cruzou-se com o mundo da música aos 15 anos, quando começou a cantar e tocar guitarra. Em 2001, era vocalista do grupo Lupanar e oito anos depois tornou-se a voz dos Deolinda. Este ano, lançou-se a solo, com o álbum “Nome Próprio” que a 2 de dezembro vai apresentar na Casa das Artes, em Vila Nova de Famalicão.

Reportagem completa para ler na edição 111 do Jornal do Ave.

Notícias relacionadas...

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização