Amigos do Pedal cancelam Duatlo e BTT Aventura Rali

A Associação Amigos do Pedal decidiu cancelar o Duatlo de Famalicão – prova que já havia sido reagendada de Março para 05 de outubro – e o BAR – BTT Aventura Rali, evento calendarizado para o mês de novembro.

A preservação da saúde pública é o motivo para que os Amigos do Pedal tenham tomado esta difícil decisão.

“Custa-nos muito, porque sabemos que todos os que, habitualmente, participam nas nossas provas estão ávidos de competição, mas a responsabilidade, perante a atual situação de saúde pública, obriga-nos a tomar esta atitude, a mais prudente nesta altura”, diz Paulo Machado Ruivo, presidente da Associação.

O Duatlo de Famalicão, organizado em conjunto pelos AdP e pela Federação de Triatlo de Portugal, tinha aprovado todo o plano de contingência e a autorização da Direção Geral de Saúde para a sua realização, mas Paulo Machado Ruivo diz que a prudência “obriga” a que a Associação tomasse esta decisão.

“Não haveria qualquer impedimento e, quer a Federação quer a nossa organização, estariam preparadas para colocar o Duatlo de pé, mas, numa decisão exclusivamente nossa, achamos por bem não concretizar a prova. A causa em que todos devemos estar focados é bem maior e por responsabilidade decidimos não avançar com a realização do evento, numa decisão aceite e entendida pela Federação”.

Paulo Machado Ruivo

O BAR – BTT Aventura Rali havia sido uma prova idealizada já num cenário de promover competição com contingência e com todas as regras sanitárias exigidas pelas autoridades de saúde, mas foi também cancelado.

“Quando idealizamos o BAR, fizemo-lo com o objetivo de proporcionar aos atletas competição em tempo de pandemia, com partidas separadas e num percurso linear, que não promovesse aglomerados ao longo do trajeto. Sabíamos que o plano de contingência seria aprovado e cumprido com rigor, mas desde sempre as nossas organizações foram pensadas para promover prática desportiva e incentivar a hábitos de vida saudáveis, e nesse contexto não faria sentido arriscar o que quer que fosse que colocasse em causa a saúde publica nesta altura”, justificou Paulo Machado Ruivo.

O presidente dos Amigos do Pedal deixou ainda a garantia de que a associação vai continuar a trabalhar e a projetar o próximo ano: “Esta é a medida sensata, tendo em conta a necessidade de respeitar regras básicas que nos permitam conter a pandemia. Obviamente, estamos a pensar já na edição de 2021 de todos os nossos eventos, até porque sabemos que podemos contar com os nossos parceiros e com a Federação para que, logo que tenhamos assegurada a segurança da saúde pública, possamos voltar a dar movimento a toda a dinâmica associada às nossas organizações. E vamos voltar com certeza com mais atletas e com o mesmo sucesso”.

Obrigado por ler esta notícia

Veja tambem