Select Page

Abertas inscrições para a Escola Agrícola Conde de S. Bento

Abertas inscrições para  a Escola Agrícola Conde de S. Bento

Com 104 anos de experiência educativa, a “mais antiga escola agrícola do país” continua a proporcionar “uma formação de qualidade aos seus alunos”, adiantou fonte do estabelecimento em nota de imprensa. E foi a “pensar no futuro profissional dos atuais jovens e considerando a avaliação dos perfis com mais procura no mercado”, que a EPACSB vai abrir, no próximo ano letivo, estes dois novos cursos, que se juntam aos já existentes: Técnico de Turismo Ambiental e Rural, Técnico de Agropecuária, Técnico de Cozinha-Pastelaria e Técnico de Restaurante-Bar.
Dada “a importância crescente que o setor vitivinícola português está a alcançar”, a Escola Agrícola decidiu “apostar na formação de técnicos vitivinícolas que, após os três anos de formação profissional, estão aptos a orientar e intervir em todas as operações vitivinícolas, desde a cultura da vinha até ao engarrafamento, incluindo a colheita de uvas, os processos de vinificação, armazenamento e envelhecimento, respeitando e implementando todas as práticas necessárias para garantir a qualidade do vinho”.
No final deste curso, e à semelhança do que acontece com o curso Técnico de Agropecuária, os alunos têm acesso à obtenção da licença de condução de veículos agrícolas de categoria II ou III, assim como à obtenção do cartão de aplicador de produtos fitofarmacêuticos.
Já a aposta na formação profissional na área da Indústria Alimentar está relacionada com “a preocupação cada vez maior da sociedade com os estilos de vida saudáveis, traduzidos nas escolhas e hábitos alimentares”. Assim, adiantou fonte da Escola Profissional Agrícola Conde de S. Bento, no final do curso, o Técnico de Indústrias Alimentares “está apto a orientar, controlar e executar tarefas de preparação, transformação e conservação de produtos alimentares, bem como o controlo da qualidade e gestão da produção”.
Destinados a alunos com o 9.º ano (ou em fase de conclusão do mesmo) e com idade máxima de 25 anos, os cursos da Escola Profissional Agrícola Conde de S. Bento estão isentos de propinas e contemplam formação em contexto de trabalho em empresas parceiras da escola. A EPACSB confere ainda aos seus alunos “vários benefícios”, como o “subsídio de refeição em género, na cantina da escola, o subsídio de transporte, visitas de estudo sem custos, subsídios de alojamento e possibilidade de alojamento em residência de estudantes”.
Além dos seis cursos de ensino profissional, que têm uma duração de três anos letivos e conferem certificado escolar do 12.º ano e certificado profissional de nível IV da União Europeia, a Escola Profissional vai manter o curso de educação e formação de Tratador de Animais em Cativeiro, com duração de um ano e equivalência ao 9.º ano de escolaridade. A Escola dará ainda continuidade, em parceria com a Escola Superior Agrária de Bragança, do Instituto Politécnico de Bragança, ao curso Técnico Superior Profissional em Cuidados Veterinários, que visa “conferir qualificação profissional de nível V”.

Escola Profissional destaca  elevada taxa de empregabilidade

Segundo o diretor Carlos Alberto Frutuosa, a Escola Profissional Agrícola Conde S. Bento é conhecida “pela excelente qualidade de formação, reconhecida não apenas pelos alunos que por ela passaram, mas também pelas empresas que acolhem os profissionais, nos estágios ou já mesmo em contexto de trabalho”.
No último ano letivo, adiantou, a taxa de estudantes que prosseguiram os estudos no ensino superior “ultrapassou os 45 por cento” e a taxa de empregabilidade ronda a mesma percentagem.
Dada a “sempre elevada procura por parte dos jovens da região Norte”, o diretor da Escola aconselha os interessados em ingressarem na escola e a “fazerem atempadamente a sua pré-inscrição”. A mesma pode ser feita pessoalmente no Mosteiro de S. Bento ou através do site www.epacsb.pt.

Videos

Loading...

Siga-nos

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização