Select Page

A história de Cardeal Cerejeira em livro

A história de Cardeal Cerejeira em livro

O Arquivo Municipal Alberto Sampaio, em Vila Nova de Famalicão, será palco da apresentação do livro “Cardeal Cerejeira – Um Patriarca de Lisboa no século XX português”, marcada pelas 21 horas desta quinta-feira, 12 de abril.

No seu novo livro, o investigador Luís Salgado de Matos defende que o cardeal Manuel Gonçalves Cerejeira era “completamente independente” de Oliveira Salazar e vai explicar os seus argumentos em Vila Nova de Famalicão, na apresentação do livro no âmbito do ciclo de conferências “Conta-me a História”, que o município de Vila Nova de Famalicão tem vindo a promover à volta da sua História e das suas figuras mais proeminentes.

D. Manuel Gonçalves Cerejeira nasceu na freguesia de Lousado, em Vila Nova de Famalicão. Foi Cardeal Patriarca de Lisboa durante mais de 40 anos (1929 -1972), tendo sido uma das mais destacadas figuras da Igreja Católica Portuguesa. Participou em três conclaves dos quais saíram eleitos o Cardeal Engenio Pacelli (Pio XII, 1939), o Cardeal Roncalli (João XXIII) e o Cardeal Montini (Paulo VI, 1963), bem como no Concílio Vaticano II (1962–1965). Mais nenhum Cardeal terá participado em tantos Conclaves.

A obra de Luís Salgado Matos tem prefácio de D. Manuel Clemente e foi lançada no Museu de São Roque (Lisboa), em março, com a chancela da Gradiva, e “pretende provocar debate”, como referiu o autor. É precisamente isso que vem fazer à terra natal do Cardeal Cerejeira numa sessão de entrada livre.

A conferência conta com as presenças e intervenções do presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, e do Arcebispo Primaz de Braga, D. Jorge Ortiga. A moderação será assumida pela investigadora em Direito da Universidade Católica do Porto, Inês Granja Costa.

Videos

Loading...

Siga-nos

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização