Select Page

A evolução do papel da mulher bombeira

A evolução do papel da mulher bombeira
O papel da mulher numa estrutura, maioritariamente, composta por homens vai estar em discussão no evento “Farda sem Preconceito”, que a cidade de Santo Tirso acolhe a 5 e 6 de março. Patrícia Pereira
De forma a assinalar o Dia Internacional da Mulher, o projeto “Farda sem Preconceito” vai promover jornadas que “pretendem avaliar e colocar em discussão o papel da mulher numa estrutura, maioritariamente, composta por homens, compreendendo as necessidades da mulher operacional e contribuir para a uniformização do conceito mulher bombeira assim como apoiá-la nas suas diversas necessidades enquanto mulher”. “Aceitar as nossas diferenças sem preconceito é fundamental para um equilíbrio profissional entre géneros”, adiantou fonte da organização.
As jornadas contam com painéis sobre “A evolução da mulher na estrutura dos corpos de Bombeiros”, “A quebra do preconceito” e “Aspetos femininos na operacionalidade”, assim como com um simulacro do Dia da Proteção Civil e um workshop de maquilhagem com Marta Flores. As inscrições decorrem até ao dia 2 de março e têm o custo de “12,50 euros, que inclui jantar e alojamento”.
Há ainda o Concurso Incêndios Urbanos, a 6 de março, aberto “a todos os bombeiros voluntários ou profissionais, do sexo masculino ou feminino, do quadro do Corpo de Bombeiros que sejam maiores de idade e estejam inscritos nas jornadas”. As inscrições decorrem até 29 de fevereiro, através do preenchimento do formulário que se encontra em www.fardasempreconceito.pt.
O projeto “Farda sem Preconceito” pretende partilhar histórias de mulheres que fazem ou fizeram parte de uma associação humanitária dos bombeiros voluntários.
fardasempreconceito

Videos

Loading...

Siga-nos

1ª pagina edição Papel

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização