Auto Soluções

3500 espectadores no primeiro meio ano da nova vida do Teatro Narciso Ferreira

Foram quase 3500 os espectadores que passaram pelo renovado Teatro Narciso Ferreira (TNF), em Riba de Ave. A estrutura cultural do Município de Vila Nova de Famalicão abriu ao público no final do mês de março e desde então já produziu programação cultural com 41 sessões e espetáculos, que incluíram cinema, teatro, música e novo circo.

A assinalar o primeiro meio ano da nova vida desta valência, o vereador da Cultura da autarquia famalicense, Pedro Oliveira, fez um “balanço muito positivo” da atividade do TNF, sublinhando que “os números falam por si”. “Tivemos espetáculos, programação em diversas áreas e tivemos público. Com estes números conseguimos mostrar que há atividade cultural e artística em Riba de Ave”.

O autarca fala já numa “experiência consolidada”, que tem tudo para ser ainda melhor, com “a associação à Casa das Artes”.

“Estamos a fazer desta estrutura um polo cultural importante, um espaço de referência, não apenas para a freguesia de Riba de Ave, como para todo o concelho e região”, acrescentou.

Para Álvaro Santos, diretor da Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão, estrutura que assumiu a responsabilidade da programação e gestão do TNF, o que se tem feito naquele teatro é colocá-lo ao serviço da comunidade, num “processo programático intencional”.

“O TNF está próximo da comunidade e trabalha com ela”, frisou, apontando para tudo aquilo que já está refletido na programação realizada e no “trabalho em articulação na plataforma Sobre o Palco que reúne perto de duas dezenas de estruturas artísticas”.

O diretor da Casa das Artes de Famalicão concluiu que “o TNF é um espaço plural na sua programação e nos seus públicos. É um espaço onde queremos que as pessoas se sintam bem”.

Leia também...