Select Page

1.ª Caminhada Solidária da CAID atrai 500 pessoas

1.ª Caminhada Solidária da CAID atrai 500 pessoas

Cerca de 500 pessoas quiseram ajudar a Cooperativa de Apoio à Integração do Deficiente (CAID) e participaram na sua 1.ª Caminhada Solidária. Na manhã de 1 de dezembro, várias ruas de Santo Tirso encheram-se de pessoas, que caminharam da Câmara Municipal até ao Parque da Rabada, para ajudar a angariar fundos.

A 1.ª Caminhada Solidária da CAID, que começou com uma aula de ginástica, na Praça 25 de Abril, e seguiu até ao Parque da Rabada, tinha como objetivo consciencializar a população para o apoio às pessoas com deficiência. “Temos no futuro projetos e objetivos ambiciosos e só com a ajuda de toda a sociedade tirsense e de outros municípios é que nós conseguimos atingir os nossos objetivos”, informou Alberto Costa, presidente da direção da CAID.

Um desses objetivos é o novo polo em S. Salvador do Campo, que surge como resposta “às listas de espera” e que vai servir de apoio também “aos municípios vizinhos”.
A caminhada serviu ainda para assinalar o Dia da Pessoa com Deficiência, que se celebra a 5 de dezembro. Para Alberto Costa, o número de pessoas que participaram não é o mais importante, mas sim saber que conseguiram chegar “ao maior número de pessoas”. “Há uma coisa que eu digo sempre: esta causa, a causa da deficiência, é uma coisa que nunca ninguém pode dizer que não vai ter dentro de portas, porque não é algo que surge só no nascimento da pessoa, mas pode aparecer no decurso da nossa vida”, explicou.
Assim, a CAID espera sensibilizar e “envolver toda a comunidade tirsense em volta desta causa”.

Videos

Loading...

Siga-nos

1ª pagina edição Papel

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização